Archive for abril \28\UTC 2008

Pré-sal. É duro entrar no inferno…

Posted on 28/04/2008. Filed under: Finanças, Humor, Política |

Querem saber mais sobre as mega-ultra-hiper-descobertas da Petrobras?
 
Bom, o site bloomberg.com traz uma matéria tratando-as com um certo desdém.
Vejam (em inglês):
 
 
Entre outras coisas afirmam que o sonho brasileiro de se tornar um grande exportador de petróleo esbarra em algumas “barreirinhas” técnicas, tais como:
 
  • O petróleo que está abaixo de 7 km de profundidade é tão quente que derreteria até o metal que é usado para carregar urânio em usinas nucleares (bismuto).
  • Será preciso usar ferramentas capazes de suportar uma pressão que esmagaria uma pickup em segundos.
  • Será preciso ter tubos que suportem 250 a 300 graus de temperatura.
  • A broca deve ser capaz de furar camadas de sal com mais de 1,5 km de espessura.
TODAS ESSAS FERRAMENTAS E ESSA TECNOLOGIA AINDA NÃO FORAM INVENTADAS. TODAS.
 
A Chevron e a Exxon tiveram suas ferramentas “desintegradas” ao utilizá-las para dragar petróleo no golfo do México, há dois anos. E em profundidades menores, como é característico do golfo.
 
Ambas as empresas, recordistas em poços profundos, já fecharam poços e terminaram projetos de 3 a 3,5 km de profundidade depois que o calor destruiu as ferramentas.
 
A camada de sal de Carioca começa em 7 km de profundidade. O poço está bem abaixo disso, quase a 10 Km de distância.
 
Bom, deu pra ver que não é fácil. Muita gente acredita cegamente que as descobertas valem uma fortuna e, por isso, compram petrobras como nunca!
 
Eu tenho cá minhas dúvidas.
 
De qualquer maneira, vamos torcer para a Petrobras contratar o capitão Nemo, personagem de Júlio Verne.
 
Esse tem experiência em águas profundas.
Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

A VALE e a Marta Suplicy.

Posted on 25/04/2008. Filed under: Finanças, Humor, Política |

 
A ministra Marta Suplicy, do Turismo, está comemorando os resultados de sua pasta, no que se refere ao gasto dos turistas estrangeiros no país.
 
  • Em 2005 foram US$ 3.816 milhões
  • Em 2006 foram US$ 4.316 milhões, 13% maior que em 2005
  • Em 2007 foram US$ 4.953 milhões, 11,4 % maior que em 2006
 
Lindo, não? Mas e se fosse assim:
 

  • Em 2005 foram R$ 9.494 milhões
  • Em 2006 foram R$ 9.544 milhões, 0,5% maior que em 2005
  • Em 2007 foram R$ 9.717 milhões, 1,8 % maior que em 2006
Assim, em Reais, não parece tão bom, não é?
 
Pois foi exatamente o que aconteceu com a VALE no primeiro trimestre. Se lermos os números em Reais, temos um balanço fraquíssimo, mas se lermos em Dólares o resultado foi bom, em termos de receitas, e apresentou leve queda de lucro.
 
Vejam com seus próprios olhos:
 
Amigos, vocês acompanham o mercado há algum tempo. Vocês vêem com seus próprios olhos o estrago que o dólar em queda livre tem feito nos balanços de exportadoras. Marcopolo, Sadia, Vale entre outras.
 
Os balanços da Aracruz, da VCP e da Perdigão, também apresentaram queda livre nos lucros. Seja pelo dólar em queda, seja pelo crescimento desproporcional dos custos (que também ocorreu com a VALE).
 
É muito ruim, mas, em minha visão, o dólar vai começar a se recuperar ainda esse ano. Minha avaliação é baseada em fatos simples:
  • Déficit crescente em conta corrente, são mais dólares saindo da economia
  • Redução absurda do superávit da balança comercial (-65% até abril), menos dólares entrando
  • Assim que terminar o risco de contágio o mercado financeiro americano, eles vão ter que olhar para a inflaçào e aí… aí…, terão que iniciar um processo de alta de juros. Não se sabe quando, mas será difícil não acontecer.
Infelizmente o dólar em ascendência vai retomar boa parte dos ganhos obtidos pelos brasileiros nos últimos anos, mas deve fazer a festa de exportadores.
 
E para o curto prazo?
 
Bom, eu acho que as expectativas para a VALE deverão ser reajustadas. Não vejo com muita simpatia os preços-alvos acima de R$ 75,00 que os analistas têm colocado. O dólar continuará baixo, mesmo que se recupere um pouco, e o mercado de Níquel foi MUITO afetado pelas altas cotações do início de 2007. Muitos produtores de aço Inox buscaram outras alternativas. A VALE vendeu menos Níquel em 2008 do que em 2007.
 
Os 70% em média de aumento no preço do minério devem ajudar a VALE a conseguir seu sexto ano seguido de lucro crescente, mas será por pouco. Para ela conseguir suplantar 2007, terá que lucrar, em média, R$ 6 bi por trimestre em 2008, até o final do ano. Parece improvável, pois o recorde de lucro da VALE foi de R$ 5,8 bi, com o Níquel a 40.000 dólares (hoje está em 28.000).
 
Cuidado. Muito cuidado…

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Happy Hour com Santana Cover

Posted on 17/04/2008. Filed under: Humor, Música |

Mas é só para o pessoal da escravidão…
 
Tocaremos entre um feriado (21 de abril, tiradentes) e outro (23 de abril, São Jorge).
 
Curiosamente no dia 22 de abril NÃO é feriado… mesmo sendo o dia do descobrimento do Brasil. Deve ser alguma exigência da FUNAI, já que os índios já estavam por aqui…
 
Vamos ao que interessa (aos amigos que trabalharão no dia 22 de abril).
 
Tem Santana na Lapa!
Happy hour com Supernatural Santana Cover.
Dia: 22 de abril
Horário: 19:00 hs
Local: Bar do Ernesto, largo da lapa n. 41 – www.barernesto.com.br
Investimento: 13 narjaras
Depois do show, a casa seguirá com o DJ José Mário Cueca!
 
Apareçam por lá, quando sairem do tronco…
 
Ass.
Anastácia Zulubandê

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...