Archive for dezembro \18\UTC 2008

US$ 38,00 – Irracionalidade nas commodities

Posted on 18/12/2008. Filed under: Finanças |

Tenho enviado poucos e-mails, pois fim de ano por aqui é correria. Não tem esse negócio de recesso…

Bom, gostaria de alertar para alguns movimentos estranhos no horizonte.

O título do e-mail refere-se ao valor do barril de petróleo no dia de hoje. US$ 109 dólares mais barato do que há poucos meses.

 Em compensação o dólar está nas alturas em, praticamente, todos os países emergentes e na Inglaterra. O Euro também já foi bem mais forte, chegando a comprar US$ 1,56. Hoje compra US$ 1,42.

Há um non sense nisso tudo.

Talvez causado pelo pânico que tomou as mentes dos investidores nos últimos 3 meses. Pânico total. Descrença no vizinho. Medo de que seu hedge fund quebre ou de que seja uma fraude. Medo de que seu banco quebre. Ufa! Houve motivos para pânico.

Peguemos o minério de ferro.

Já especularam que voltaria a preços de 1984, coisa de 80% mais barato do que hoje.

Quais as chances de ocorrer esse pandemônio no mercado de minério de ferro?

Bom, é um mercado onde 3 empresas dominam 75% de toda a produção.

O mercado chinês continua comprando no mercado spot (à vista, negociação direta) pelo mesmo preço que a VALE vende.

Os governos querem investir em infra-estrutura. Ora, infra-estrutura demanda FERRO!

Se o minério fosse negociado em bolsa, provavelmente já teria caído 70%. Mas como não é, não caiu nada.

Ainda.

Pois bem, o que quero dizer é que a teoria econômica pressupõe que o equilíbrio entre oferta e demanda vá ditar o preço de um bem.

Cedo ou tarde.

Essa máxima está falhando, provavelmente por força da sofisticação do mercado financeiro. Das facilidades de se montar e desmontar posições compradas e vendidas (a descoberto?!?!?!) nos mercados futuros de câmbio e de petróleo.

O Dólar deveria ser o ativo mais desvalorizado hoje em dia. Não há nada mais abundante do que dólar. Todos os dias o governo americano amplia seu déficit, inundando o mercado com dólares.

É bilhão pra lá, trilhão pra cá…

Pergunto:

Por que um investidor corre para comprar títulos do tesouro americano para ter retorno negativo?

Por que um investidor corre para um ativo (dólar) que o próprio emissor disse que quer DESVALORIZAR?

E quanto ao petróleo?

Ora, até 3 meses atrás o mundo consumia mais do que se produzia. Agora a OPEP corta a produção em 10% e o petróleo cai … 10%?!?!?!?

Ao preço que está o petróleo, boa parte dos projetos não é viável.

Mesmo os que já estão produzindo. É melhor parar de produzir do que gastar US$ 44 para extrair óleo e vender por US$ 38.

Idem para o Níquel.

Pouquíssimas empresas (VALE) conseguem produzir níquel a custos menores de que 9.000 dólares a tonelada.

Senhores. Houve uma revoada dos investidores saindo das commodities para o dólar. Já havia ocorrido o contrário nos últimos anos, fazendo com que o dólar perdesse muito valor e as commodities ganhassem.

É muito provável que esse mercado não esteja em equilíbrio.

É muito provável que as demandas por commodities caiam por um período e voltem a subir. Mas em valores pequenos. Grandes no curtíssimo prazo, mas pequenos no médio prazo. Ninguém vai deixar o carro em casa nos EUA ou na China.

Agora, a corrida ao dólar é injustificável, do ponto de vista da racionalidade básica econômica.

Deverá haver uma correção. Espero que não seja muito forte, pois de volatilidade estamos fartos!

Anúncios
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Paulinho e Emerson no Bar Raiz nessa sexta dia 12 de dezembro

Posted on 09/12/2008. Filed under: Música |

Caros amigos e ouvintes da boa música:

Nessa sexta dia 12/12 às 21:30hs, Paulo Portinho e Emerson Ribeiro (a dupla ‘Paulinho e Emerson’ conhecidos por bares como Zeppelin e Queen’s Legs Pub) apresentarão pérolas da música brasileira e do repertório internacional no restaurante e bar ‘Raiz.’
 
O restaurante fica na rua Olegário Maciel 231(esquina com Gal. Guedes de Fontoura), Barra da Tijuca.
Couvert: R$ 8,00.
Tels: 24940818 e 24940459.
 
Poderão ouvir com requinte: Chico Buarque, Noel Rosa, Charles Aznavour, Elton John, Luiz Melodia, Cartola, Credence Clearwater Revival, Queen, Beatles, Tom Jobim, Beto Guedes, Eric Clapton, Eduardo Dussek, João Bosco, Cat Stevens, Simon and Garfunkel, entre outros.
 
Aguardamos vcs por lá.
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...