Archive for abril \28\UTC 2004

DuCarvalho light na sexta!!!

Posted on 28/04/2004. Filed under: Humor, Música |

Meu amigo, minha amiga:
 
Saca o place: FarUP – Cobal do Humaitá – 2286-2614
Saca a hora: 23:30
Saca o dia: Sexta-feira 30/04, véspera de feriado (01/05)-Você não trabalha 🙂
Saca a pila: 10 picaxu  para mulher e 15 picaxu para homem, sem consumação
Saca o evento: DuCarvalho TOCANDO OS MAIORES SUCESSOS DO POP NACIONAL!!!
 
É isso mesmo, você não leu errado!
Lulu Santos, Jorge Ben, Cássia Eller, Rita Lee, Tim Maia etc., pagaram o jabá e entraram no repertório do DuCarvalho “light”.
 
Você sabe como é? O leitinho das crianças, o sabão-em-pó da patroa, os diamantes da “sobrinha”…
 
Não é uma vida barata… (especialmente a Lolita… Ah, Lolita…)
 
Anyway a ordem é fazer vocês dançarem O TEMPO TODO! O patrão mandou.
Selecionamos somente “o fino” do pop. Podem acreditar…
 
Pinta lá, valeu?
Ass.
Jorge Aragão
 

Ps. a chapa esquenta lá no FarUp, é conveniente reservar mesa!

Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Piadinha interessante… O Bêbado e a Solteira.

Posted on 06/04/2004. Filed under: Humor |

Uma mulher foi às compras em um supermercado perto de casa, onde pegou: 

2 caixas de leite integral,

1 dúzia de ovos,

1 litro de suco de laranja,
1 alface americana,
1 kg. de café, e
1 pacote de bacon fatiado.
Enquanto ela passava as compras do carrinho para a esteira do caixa, um bêbado, seguinte na fila, a observava. Enquanto o caixa registrava as suas compras, o bêbado calmamente disse:
 
– “Você deve ser solteira.”
A mulher ficou um pouco espantada com a declaração, e intrigada com a  intuição do bêbado, já que, de fato, era solteira. Ela olhou os seis   itens sobre a esteira e nada viu de particular, em sua seleção, que pudesse sugerir ao bêbado seu estado civil. Com a curiosidade aguçada, ela  disse:
 
– “O senhor está absolutamente correto. Mas como conseguiu  descobrir  isso?”
 
E o bêbado respondeu:
 
 
-“É porque tu é feia pra caralho!”
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

Aniversário do Emerson 2004

Posted on 05/04/2004. Filed under: Humor, Música |

 
Senhores,
 
Após o enorme sucesso do último ano, o evento “Aniversário do Emerson” volta com força total.
Será nesta próxima quarta (07/04) no FarUp, cobal do humaitá, a partir das 20:00 hs. Sem consumação e sem entrada/couvert.
Como vocês sabem, muitos músicos e bandas vão se apresentar no palco do FarUp e, mais importante, “por amor à arte”.
Todos estão convidados.
 
Algumas considerações a respeito da idade do Emerson:
 
Ninguém sabe, ao certo, quantos anos Emerson fará.
Conheci o rapaz em 19XX, numa famosa casa de tolerância do Rio de Janeiro, onde se apresentava sob o pseudônimo de “Highlander do Agreste”. Já dá para imaginar que o mancebo não era tão “novinho” assim.
 
Alguns fatos notórios da vida de Emerson podem indicar sua verdadeira idade. Peço desculpas pela falta de dados, mas o menino é antigo…
 
São eles:
  • 547 A.C. – Forma sua primeira banda de música jônica acompanhado por Pitágoras de Samos e Tales de Mileto. Perdeu os companheiros para a escola de matemática de Dodecaneso na Grécia.
  • 1167 D.C. – Comprou briga feia com Gengis Khan por tê-lo chamado de “Japa”. Como todos sabem, Gengis Khan preferia ser chamado de Mongol. Emerson foi expulso da gig (turnê) de invasão da China. Há indícios de que Gengis era filho de Emerson, um de seus 73.432 descendentes catalogados.
  • 1488 D.C – Quase evitou que Fernão de Magalhães dobrasse o Cabo da Boa Esperança, apresentando-lhe o “Sururu de Mutamba”, uma espécie de Viagra da época. Sorte que Fernão de Magalhães já estava com mais de 90 anos e não funcionou.
  • 1492 D.C. – Após arrumar um emprego de corneteiro na banda que animava a caravela Santa Maria, fez amizade com o capitão Cristóvão Colombo, montando em sociedade a primeira casa de moças das Américas, conhecida como “Programa de Índia”. Fez fortuna, mas perdeu tudo pagando pensão para suas 74 esposas vivas, até então. Foi obrigado a voltar fantasiado de Jegue para Gênova, cidade onde conheceu seu 1.456º amor.
  • 1497 D.C. – Integra a esquadra de Vasco da Gama. Prefiro não falar sobre o assunto!
  • 1500 D.C. – Dá um toque em Pedro Álvares Cabral para dar uma viradinha à direita em Açores, pois precisava comprar uma corda de tripa de carneiro para o seu alaúde, na Martinica. Acabou descobrindo o Pindorama e escrevendo seu primeiro samba “Aqui tudo acaba em bacalhau”, com letra de Pero Vai Com a Minha.
  • 1767 D.C. – Recebe um telegrama de Portugal intimando-o a fazer 268 testes de DNA na Corte de D. Pedro III, pai (oficial) de D. João IV. Foge para Salzburg.
  • 1768 D.C. – Forma uma dupla de Música de Cabaret com um menino de 12 anos, W.A. Mozart, conhecida como “O Cravo e o Bode”. O menino largou a dupla alegando que Emerson tomava poucos banhos.
  • 1824 D.C. – Mais uma dupla de sucesso: “Surdinho e Cabeção”, com L.V. Beethoven que, mais tarde, viraria um São Bernardo.
  • 1828 D.C. – Volta ao Brasil no conhecido “Bonde da Carlota Joaquina”, navio que expulsou todos os 3.423 amantes da “nobre” portuguesa.
  • 1917 D.C. – Participação especial na gravação de “Pelo Telefone”, samba de Mauro de Almeida e Donga. Tocou triângulo, comprou cachaça e agenciou as “primas” para animar o ambiente.
  • 1949 D.C. – Acompanhou (entendam como quiserem) as cantoras do Rádio Carmélia Alves, Ellen de Lima, Nora Ney, Violeta Cavalcanti, Zezé Gonzaga e Rosita González, atingindo a marca de 2.000 shows num só ano. Apartou uma briga entre Marlene e Emilinha Borba na Rádio Nacional onde só se ouvia: “- O homem é meu, o homem é meu”.
  • 1950 D.C. – Estava no maracanã, na final Brasil e Uruguai, revelando-se um tremendo pé-frio. Desse momento em diante resolveu ser Botafogo para escolher o caminho do martírio.
  • 1957 D.C. –  Era sub do baterista da famosa banda “Os Tijucanos do Ritmo”, com Tim Maia. Continuou com Tim na montagem da banda “Os Sputniks”, com Roberto e Erasmo. A banda acabou quando Roberto Carlos acordou e se deu conta de que alguém tinha bebido Piña Colada em sua perna Mecânica. Tim Maia não quis se acusar.
  • 1964 D.C. – É expulso do Brasil por compor a Marchinha “Estou com a dita dura”, mal interpretada pela censura da época. Apesar de alegar erro de português, foi enviado para Cuba.
  • 1974 D.C. – É expulso de Cuba por atitude desrespeitosa às damas da sociedade cubada e volta ao Brasil, travestido de “Cristina Durán – Charutão de Havana”.
  • 1985 D.C. – Ajuda a jogar pedra em Erasmo Carlos no Rock in Rio I, compra morcegos de tira-gosto para Ozzy Osbourne e interpreta do dublê de Angus Young na famosa cena da bunda de fora.
  • 1989 D.C. – Muda o nome para Emerson Ribeiro da Silva e inicia uma vida pacata no bairro do Horto Florestal, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Terra, Sistema Solar. Livra-se dos processos para reconhecimento de paternidade espalhados por toda a galáxia. Promete que “mulher verde” nunca mais!
  • 2003 D.C. – Ao abandonar a vida boêmia, recebe o título de “membro” honorário permanente da Vila Mimosa e Rua Alice no meio de muita choradeira. Entrega-se à Igreja.
 
… já dá para imaginar a idade do sujeito!
 
Ass.
Um amigo…
 
Ler Post Completo | Make a Comment ( None so far )

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...