Mini Curso sobre o Método SEMPRE

Posted on 27/02/2015. Filed under: Finanças |

Prezados,

O conteúdo em vídeo que disponibilizo busca demonstrar o uso do Método SEMPRE e seus principais diferenciais em relação ao Método INI e a outros métodos fundamentalistas.

Em resumo, eu apresento como o método foi desenvolvido e mostro de onde vieram os dados para sua construção.

Os dados que utilizei no mini curso (baixar planilha AQUI) são da Petrobras, atualizados até o primeiro trimestre de 2013.

Foi gravado em Agosto de 2014, poucos meses antes de a Petrobras indicar que não divulgaria as demonstrações financeiras do terceiro trimestre de 2014.

DISCLAIMER: Nosso blog é meramente educacional!!!

Como vocês que acompanham o blog bem sabem, nosso foco NUNCA é consultoria ou indicação de ativos. Isso é papel de profissionais da área de análise, com os credenciamentos pertinentes. Nosso foco é aprendizado!

O uso dos dados da Petrobras, como ficará claro no vídeo, tem fundamento apenas ilustrativo e serve de guia para que as características do Método sejam apreciadas.

Coleta dos dados

Vocês verão que a coleta de dados é complexa, mas está acessível a todos, pois as fontes são públicas.

A ADVFN oferece ferramenta que compila e atualiza esses dados. Realmente é muito prática.

Mas recomendo que se tente fazer ao menos uma vez. É trabalhoso, mas um aprendizado único!

No Livro “Investimentos para Não Especuladores – o Método SEMPRE” são detalhadas as maneiras mais práticas de coleta de dados, ajustes etc..

IMPORTANTE!

Para acompanhar, baixem a planilha AQUI.

Bom aprendizado!

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

20 Respostas to “Mini Curso sobre o Método SEMPRE”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Olá, Portinho.
O Site da ADVFN não tem mais Trial da Ferramenta.
Como posso fazer se eu quiser adquirir esses dados?
Abraços.

Oi Paul, que pena que não fazem mais. Eu fiz parceria com um grupo aqui de petrópolis para fazer um software para o método, agora que a bolsa pode voltar a ser interessante. Mas o processo está suspenso, até o fim da eleição. Infelizmente não posso garantir nada antes da próxima série de balanços, no início de 2017.
Dá para levantar os dados pelos sites da CVM e infomoney, infelizmente dá bastante trabalho.

Você tinha dito na aula que era possível comprar esses dados já “prontos”.
Como seria dessa forma?

Oi Paul, infelizmente a parceria com a ADVFN não andou tanto, mas eles ainda têm os dados para assinatura.

Interessante, realmente “simples”,
Parabens meu amigo

Grande Eduardo. Espero que possamos fazer esse software ainda nesse semestre!

Olá Portinho. O investidor que quiser assinar a ferramenta da ADVFN que compila e atualiza dados como citado acima já está funcionando? Os dados abrange poucas empresas? Quais são?

Desde já agradeço a atenção.

Albert.

P.S: Li todos os seus livro e são excelentes, parabéns.

Oi Albert,
O pessoal da ADVFN está permitindo um trial do sistema, mas tem que pedir no site mesmo.
Vale a pena dar uma olhada nisso antes de assinar.

[…] meu livro “Investimentos para não Especuladores – O Método SEMPRE” creio ter conseguido montar uma estrutura de levantamento de dados que permitiria, com pouco […]

Fala Portinho!

Acabei de ler seu primeiro livro: Mercado de Acoes em 25 episodios. Vou comecar a ler agora o Quanto custa ficar Rico, para depois ler o investimento para nao especuladores.

Em seu primeiro livro vc cita bastante o INI , ´mas fui tentar entrar agora na pagina dele e nao consegui acessa-la. O INI saiu do ar completamente ou apenas por agora?

Valeu Abcs

Ugo Zanchi

Oi Ugo,
O INI acabou em meados de 2012, dadas as condições de mercado e a dificuldade de financiamento. No livro Método Sempre falo um pouco dessa experiência.
Mas seu processo de leitura está correto. O primeiro livro ilustra um modelo de acúmulo de patrimônio em bolsa que poucos conhecem no Brasil.
O segundo trata do conceito de riqueza pessoal e mostra os caminhos, vários, para chegar a ela (não é Riqueza como muitos pensam, é diferente).
E o Método SEMPRE ajuda com a renda variável.
Estou com uma parceria com a ADVFN. Espero que engrene!

Portinho,
Obrigado por mais um Post relacionado ao método SEMPRE.
Por favor você poderia nos passar o caminho para acharmos essa ferramenta no ADVFN? Estou com dificuldade de encontrar.
Abraço e parabéns pelo Blog

Oi Renato, coloquei o caminho que o pessoal da ADVFN me enviou.
Em breve vamos tratar de eventuais adaptações dos dados das Cias abertas ao método, se necessário.

Portinho, comprei o seu livro e estou seguindo o passo a passo para analisar a Vale. Ao acessar o site da CVM para extrair o DFP está sendo solicitado um login e senha. É necessário realizar um cadastro na CVM para acessar as informações? Obrigado.

Olá. PElo caminho que indiquei não há necessidade de senha. Continua pedindo senha?
Fique atento ao release de resultados da VALE. Ele está com prejuízos contábeis recorrentes, porém ela mesmo informa um lucro recorrente ainda razoável (lucro expurgando fatores não recorrentes como baixas contábeis etc.)

Desculpa Portinho, eu estava clicando no link errado. Já consegui ver as informações e estou já montando a planilha da Vale conforme capítulo 4. Parabéns pelo livro e obrigado por compartilhar seus conhecimentos. Abraços.

Caro portinho,

Com relação ao método SEMPRE, para o calculo do valor de mercado de uma companhia deve-se utilizar todas as ações que compõe o capital social ou apenas as ações em circulação (free float)?

A gente trata disso mais detalhadamente no livro, mas usamos todas as ações emitidas e integralizadas, sem desconsiderar as ações em tesouraria. O motivo é porque, em tese, essas ações acabam voltando ao mercado, de forma que vão voltar a “dividir” o lucro com os acionistas atuais. Mas não estaria errado calcular sem as ações em circulação, porém o modelo adotado é o primeiro.

Portinho, estou iniciando em ações comprei o livro do SEMPRE, assinei a ADVFN e não consigo encontrar as ferramentas que vc disse em seu comentário na análise do resultado do 3T2014 da VALE .
“Mesmo para os assinantes da ferramenta da ADVFN, há necessidade de tratar os dados apresentados pelas Companhias Abertas, pois sempre tem algum evento não recorrente que pode mascarar (para pior ou para melhor) o resultado.”
vc pode me dar uma luz?

oi Maria da Gloria,
A necessidade de tratar os dados é derivada do fato de que nem sempre o lucro líquido divulgado representa adequadamente a operação da Companhia.
Infelizmente, após a implementação do IFRS, há muitas alterações no resultado contábil que derivam de ajustes não operacionais. No caso da Vale, fica claro, pois ela mesmo usa o Lucro Líquido Recorrente, em vez do lucro líquido contábil.
A Vale vem tendo resultados baixos, até prejuízos, mas mantém pagamento elevado de dividendos, pois apesar dos resultados fracos contábeis, há resultados operacionais.
Não há “regra de ouro” pra isso, é preciso ler os resultados, tentar entendê-los, perguntar aos analistas, aos professores, na própria ADVFN.
É um aprendizado que compensa no longo prazo.
Nem todas as empresas apresentam isso, principalmente as grandes e com grande exposição a dólar e investimentos no exterior.


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: