Por que nossas aposentadorias estão em risco?

Posted on 24/03/2018. Filed under: Administração, Finanças, Política |

Prezados,

Lanço uma série de 7 vídeos sobre as questões que devem colocar em risco as aposentadorias dos brasileiros.

Não é um debate sobre déficit ou não, mas de como a organização de nosso país, de nossa economia, nos leva, invariavelmente, à pobreza.

E de como você, seus filhos e seus netos podem evitar essas armadilhas anti-mercado, anti-riqueza, anti-prosperidade.

Infelizmente os brasileiros recebem um “treinamento” anti-mercado, e passam a vida acreditando estar do lado certo da moral, mas estão amplamente equivocados, prejudicando a si mesmos e, principalmente, as futuras gerações.

Vamos entender as farsas que ensinaram a nós e ensinam a nossos filhos e netos.

Os objetivos da série de palestras são:

1- Mostrar como a ideologia tem atrapalhado os brasileiros, mesmo aqueles com disponibilidade financeira, a prosperar e não depender do Estado para garantir sua aposentadoria.
2- Mostrar o seu papel no Mercado de Capitais. Ele quer, e sempre quis, você. Por que o brasileiro nunca atendeu a esse chamado?
3- Mostrar qual a relação dos mercados financeiros e dos sistemas de aposentadoria ao redor do mundo.
4- Ensinar a identificar as falácias ideológicas e os mitos que nos afastam de uma vida financeira próspera e digna.

Série: O Mercado de Ações e Você. Como fugir dos mitos e ideologias e planejar sua aposentadoria. 

Vídeo 1: Introdução e apresentação dos objetivos.

 

Vídeo 2:  Mitologias empobrecedoras: A demonização da propriedade privada (dos outros).

– Neste vídeo abordo o mito que envolve a demonização da propriedade privada.
– Ao contrário do que prega a ideologia coletivista (marxiana), o conceito de propriedade privada, base fundamental do sistema capitalista, é anterior a toda organização social, até mesmo ao conceito de tempo, de valor e de preço. É parte indivisível da natureza humana.
– O coletivismo, sistema de pensamento ao qual a maioria dos políticos brasileiros presta devoção, busca concentrar o máximo de direitos de propriedade nas mãos do Estado.
– E isso, claro, empobrece a todos. Exceto a quem está no poder.

 

Vídeo 3:  Mitologias empobrecedoras: A história das taxas de juros, da acumulação de riqueza e do preço das coisas.

– Taxas de juros são medidas de equilíbrio entre o interesse das pessoas, poupadores, consumidores e investidores.
– Não é invenção do capitalismo financeiro, existe há pelo menos 5.000 anos.
– Acumulação de capital não existe ou, pelo menos, não funciona como você pensa. E é bem fácil entender os motivos.
A organização social em torno do capitalismo é uma resposta aos interesses dos próprios participantes dessa sociedade.
– Não se deve cair na falácia de associar o capitalismo à revolução industrial. Quando a mesma aconteceu, os pilares do sistema e do fluxo de capitais e interesses já existia há milhares de anos.

 

Vídeo 4: A grande farsa da superestrutura capitalista. O conceito de liberdade.

– Neste vídeo abordo os motivos pelos quais pessoas que têm ideologia contrária e hostil ao capitalismo tratam os seus oponentes ideológicos com desprezo.
– Partem de uma crença exótica de que “os outros” vivem sob um superestrutura determinística capitalista, todos seriam escravos de valores de produção e consumo.
– É uma grande farsa, pois não há nada oculto ou misterioso sobre o sistema capitalista. É até bem transparente. Não esconde nenhum de seus objetivos. Ao contrário, faz até propaganda de seus interesses. Só se engana quem quer.
– Mas, infelizmente, esse discurso existe e influencia milhões de jovens em nosso país, que acreditam ser “livres”, mas, na verdade, são apenas escravos de um outro sistema de pensamento. Um sistema confuso, inconsistente e empobrecedor. E ainda mais aprisionante.

 

Vídeo 5: O sistema capitalista é excludente para quem faz questão de se excluir. Trabalhadores americanos e europeus são “donos” de empresas brasileiras, dependem delas para suas aposentadorias, mas as nossas poupanças estão nas mãos do Estado.

– Para que o sistema de produção e de fluxo capitalista progrida, ao contrário do que dizem as ideologias coletivistas, ele precisa de todos, não só no papel de consumidores, mas também como credores e acionistas.
– As leis de sociedades anônimas, há alguns séculos, estabelecem as regras e proteções aos pequenos investidores, pois o objetivo do sistema é contar também com esse capital pulverizado.
– E funciona muitíssimo bem, exceto para quem demoniza o sistema. Aí nada funciona.

 

Vídeo 6: A inacreditável máquina de destruir dinheiro do INSS. Entenda como funciona o sistema de aposentadorias que impuseram a você, e como ele é empobrecedor, sob todos os aspectos.

– Como é o sistema de aposentadorias no Brasil e no resto do mundo.
– Por que nosso sistema é altamente empobrecedor, tanto para os indivíduos quanto para o próprio país?
– Para onde vai o dinheiro que nós e nossos empregadores “investimos” no INSS?
– Como a estrutura atual drena praticamente todos os recursos de poupança dos brasileiros, incha o Estado e destrói valor.
– Dá para sair dessa?

 

Vídeo 7: O sistema de aposentadorias do servidor público, o maior e mais longevo esquema Ponzi da história. Você é uma vítima, aprenda a se proteger dessa grande armadilha. E a conhecer o vilão.

– O sistema de aposentadorias de servidores públicos é ainda mais empobrecedor, tanto para o indivíduo quanto para a nação. Os servidores ainda não sentiram isso, porque é um esquema Ponzi, ganha muito quem entra primeiro, leva prejuízo quem fica por último.
– Quais os riscos desse sistema?
– Quais os principais problemas, tanto para o servidor quanto para o país.
– Como sair dessa armadilha de empobrecimento?

 

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

6 Respostas to “Por que nossas aposentadorias estão em risco?”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Gostei muito!!!!!! Desde os 26 já aporto ao máximo em TD, FII sem deixar de viver o dia a dia. Abraço

Excelente! Adorei as lições ensinadas. Parabéns

Excelente Portinho, parabéns! Aprendendo muito com as palestras, obrigado!

Obrigado Rodrigo.

Paulo, fantástico trabalho !! aliás como tudo que vc produz, aprendo muito aqui. Parabéns !!


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: