O Canecão e o Socialismo. Uma história de fracasso.

Posted on 14/09/2016. Filed under: Administração, Filosofia, Finanças, Política | Tags:, , , |

Fui criado aqui na Zona Sul do Rio de Janeiro. Desde que me entendo por gente o Canecão era uma referência em shows e cultura por aqui.

Havia um embate entre o capitalista que explorava o local e a UFRJ, que durou anos. Enquanto a universidade não conseguiu tirar o empresário a casa funcionou a todo vapor, gerando emprego e renda para garçons, músicos, cantores, pessoal da limpeza, comerciantes locais, ambulantes etc.

Aí o pessoal do almoço grátis tomou conta. E o Canecão não gera mais riqueza, é só patrimônio público mal empregado depreciando e perdendo valor.

Em meados de 2016 parece que o pessoal do Ocupaminc resolveu “tomar” o Canecão para fazer uns shows gratuitos etc. aparentemente com forte conexão política, o Fora Temer corre solto.

Essa ocupação é bem divertida, pois mostra com clareza a inexistência do almoço grátis.

Eles alegam que os shows são “gratuitos”, mas esquecem que SEMPRE há financiamento.

Se a UFRJ cedeu o espaço, a luz, funcionários para a segurança e limpeza, se terceiros cederam os equipamentos, os técnicos e a iluminação, se músicos tocaram sem cachê, se a prefeitura não coletou impostos, se os direitos autorais não foram pagos etc. HOUVE CUSTO. Alguém arcou com isso tudo, mas na cabeça dos organizadores, tudo foi de graça.

É um sistema fadado ao fracasso, pois a motivação para a “doação” de uma extensa e cara infraestrutura depende de fatores alheios ao projeto, alheios ao evento. Se qualquer elo quebrar, não tem mais nada.

Na época do bom e velho capitalismo, toda essa estrutura era financiada por uma única motivação. Uma motivação GENUÍNA, o meu interesse de ver o show. Meu interesse de deixar de consumir outra coisa, o meu interesse em deixar de poupar para transferir essa riqueza para ESSE SISTEMA.

A ilusão do almoço grátis é um fardo para nosso país. Vejam o vídeo, explico claramente porque não há sucesso no socialismo. É coisa bem simples. Os interesses do socialista são bonitos, mas falsos.

Curioso é que o vídeo foi publicado pouco antes do Ocupaminc “retomar” o canecão… Viralizou no facebook, será que viram?

Curta nossa página: https://www.facebook.com/pauloportinhoRJ/

 

 

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: