Mini Palestra: 10 anos de “Militância” pela Educação do Investidor

Posted on 24/02/2015. Filed under: Finanças |

Amigos leitores,

Conforme havia prometido, vou postar durante esta semana alguns vídeos que vão nos ajudar a entender o Método SEMPRE – Selecionando Empresas Racionalmente (Sucessor do Método INI).

Achei interessante, em vez de mostrar só o mini-curso sobre o Método SEMPRE, aproveitar 2 outras palestras online que fiz para congressos no ano de 2014.

 

Palestra 1 – 10 anos de “militância” pela educação do investidor!

A primeira, com link a seguir, conta um pouco da história do Instituto Nacional de Investidores e da minha própria história como “militante” da educação financeira, especificamente para bolsa de valores, entre 2003 e 2012.

Sei que é muito pedir para assistir a um vídeo de 30 minutos, mas creio que seja só começar que a conversa flui.

É um relato, um pouco saudosista, das dificuldades para tornar a bolsa de valores destino de poupança de pequenos investidores.

Se chegaremos lá não sei, mas se não chegarmos, dificilmente vamos nos tornar um país verdadeiramente desenvolvido.

Não há inclusão social maior, maior participação na riqueza do país, do que usufruir do sucesso das empresas nacionais.

O fato, infelizmente, é que estamos ainda muito distantes…

 

PS – aos amigos músicos, vale relatar que ao fundo temos um Ovation Custom Balladeer 1978, uma Giannini Diamond 1974 com Caps G&L P90 e uma guitarra que fiz em 1999, com caps PRS Dragon.

 

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

8 Respostas to “Mini Palestra: 10 anos de “Militância” pela Educação do Investidor”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Olá Portinho, nesse seu excelente vídeo no qual cita corretagem e custódia, gostaria de uma opinião sua quanto ao caso da custódia onde li numa revista como segue abaixo:

“Paulo Bittencourt, diretor técnico da Apogeo Investimentos, recomenda que, ao investir no mercado fracionário, o cliente peça à corretora que a custódia da ação não fique na Bolsa, mas sim no agente custodiante, para evitar a cobrança da taxa de custódia. “É fundamental, neste caso, enviar as ações ao custodiante, ficando livre da custódia na corretora que é remunerada”, afirma.”

“O único porém é que, quando o investidor ordenar a venda de suas ações, a operação pode demorar de três a cinco dias para ser processada, segundo Bittencourt. ”

Qual a sua opinião?

Desde já agradeço a sua atenção.

Um abraço.

Albert.

Oi Albert, pelo que entendi ele quer que a própria corretora fique responsável pela custódia das ações, não é isso?
Uma coisa é deixar as ações custodiadas no banco indicado pela própria empresa, que não tem custo, mas demora demais a comprar e vender.
Outra coisa é deixar sob responsabilidade da corretora.
Entendo que, na CBLC, suas ações estão protegidas de qualquer problema que venha a ocorrer com a corretora. Se ela falir, ou entrar em intervenção, não haveria problemas com os ativos na CBLC, mas com os que estão na custódia deles, acho perigoso.
Não vejo como essa complicação, que traz mais risco e muito menos liquidez, possa ser compensada pelo não pagamento de uma taxa de custódia, que é baixa.
Posso estar “perdendo” alguma coisa nesse história, mas eu certamente não faria, não vejo a economia compensar o risco dessa operação.

Eu penso o mesmo Portinho. Obrigado pela opinião. Abraço.

Olá Portinho. Não é pedir demais para assistir quando se trata de aprendizado, pelo contrário quanto mais vídeo, melhor. Excelente o seu vídeo. Parabéns. Continue com seu esforço para repassar seus conhecimentos para nós, que gostamos e investimos em Bolsa.

Abraço.

Albert

Muito obrigado Albert!

Paulo, boa tarde. Tenho todos seus livros, parabéns.
O que é aquela tabela TIB a que se referem?

Oi Mário,
A TIB era o antigo banco de dados do INI, significava Tabela de Informações Básicas. Já não existe desde o fim do instituto em 2012.

Adquiri seu livro: Investimentos para não Especuladores. Estou estudando o mesmo com muita atenção. Pretendo montar a minha carteira para garantir um futuro mais acolhedor. Estou assistindo seus vídeos a anotando tudo que é do meu interesse. Parabéns pelo seu trabalho e sucesso. O Brasil necessita de pessoas como você. Atenciosamente,
JAIR BRIZOLLA Novo Hamburgo – RS


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: