Método SEMPRE, ADVFN e Balanços 2014

Posted on 19/02/2015. Filed under: Finanças | Tags:, , , , , , |

Como alguns sabem, a ferramenta de apoio ao Método SEMPRE, em parceria com a ADVFN, já deu seus primeiros passos!

Os dados para uso do Método, que é uma adaptação plena do Método INI (Stock Selection Guide) à realidade brasileira, estão disponíveis e algumas empresas já estáo atualizadas até 2014 (último trimestre e ano fehado).

Entre elas: Itaú, Hypermarcas, Duratex, Fibria, Cielo, Elekeiroz, Tim, Souza Cruz, Braskem, Pão de Açúcar, Natura, Lojas Renner, Klabin e Cremer.

 

Instituições financeiras

Por conta de regras próprias do BACEN algumas instituições financeiras não apresentam demonstrações financeiras trimestrais consolidadas em IFRS ao sistema CVM/Bovespa, e só apresentam as informações consolidadas anuais perto do final do mês de março. É o caso de Bradesco e Banco do Brasil, que já divulgaram seus resultados, mas ainda não enviaram os dados formatados para o sistema CVM/Bovespa. Em breve serão atualizados seus dados.

É claro que o próprio usuário do Método pode, se quiser, buscar as informações consolidadas nos releases da Companhia e preencher os dados à mão.

 

Versão de teste do Sistema ADVFN para o Método SEMPRE

A versão de teste (trial) do Sistema ADVFN/SEMPRE já estava prevista e deveria apresentar os dados de Petrobras e VALE, pois são as empresas mais conhecidas pelos investidores.

Bom, infelizmente o balanço da Petrobras não está disponível e ainda não há data oficial para ser divulgado.

A previsão é de que os dados da VALE estejam disponíveis em 26/02, conforme consta no site de RI da Companhia.

Creio que, em breve, o sistema de teste estará funcional com os dados da VALE, pelo menos.

 

Minivídeo sobre o Método SEMPRE

Estamos trabalhando para que na próxima semana um pequeno vídeo (1/2 hora) seja disponibilizado para dar uma ideia do uso do Método SEMPRE.

 

That´s all Folks!

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

13 Respostas to “Método SEMPRE, ADVFN e Balanços 2014”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Portinho,
Eu estava preenchendo a planilha VALE, conforme orientação do seu livro “investimentos para não especuladores” capítulo 4 e percebi uma diferença em relação ao valor encontrado no site da CVM e o encontrado no livro. Localizei várias diferenças, vou citar apenas o “ativo total”, por exemplo:
em 2010 livro = 214.662 site CVM 210.985
em 2011 livro = 241.783 site CVM 237.089
em 2012 livro = 266.921 site CVM 266.921

Bom conforme acima, apenas em 2012 (também em 2008 e 2009) o valor no livro coincidiu com o valor do ativo divulgado no site: Gostaria de saber se o valor no site pode sofrer alguma alteração com relação a anos anteriores? ou porque existe essa diferença?
(Localizei também outras diferenças análogas a citadas no exemplo acima, como a do lucro liquido em 2012 e receita liquida em 2012.)

Oi Rubens,
Pode, infelizmente pode acontecer sim.
Não é incomum que Companhias façam ajustes, pequenos normalmente, em demonstrações passadas.
Ou reconhece erro, até mudança de políticas contábeis, a depender do que diz o CPC sobre o tipo de lançamento contábil.
Há outra questão também. Quando a empresa sobe as demonstrações para o site da CVM, ela se refere a 3 anos, mas sempre a política contábil válida é a última, de forma que, se houve mudança na política ou no plano de contas, ela acaba alterando os dados apresentados para o passado.
Isso pode ocorrer também por conta de lei ou mudança no CPC (Pronunciamentos Contábeis).
Mas, em princípio, os valores devem ser próximos e, o ideal, é usar o mais recente.
Se encontrou alguma divergência grande, o ideal é buscar nas notas explicativas sobre a rubrica contábil. Não é tão difícil entender.
Mas fique atento porque na planilha às vezes nós não usamos o lucro contábil, pois está distorcido por muitos eventos não recorrentes. E essa análise do “lucro recorrente” é menos rigorosa, e pode mudar mais. A própria Vale já vem divulgando lucros recorrentes há uns 3 anos, pois seus resultados foram muito impactados por eventos raros.

Olá, Portinho, boa noite,

Comprei o livro e entrei na ferramenta disponível na ADVFN.

Gostei muito, mas acredito que a ferramenta exija uma série de melhorias.

Por se tratar de uma versão de teste, creio que ela evoluirá.

Houve planilha que tentei baixar e deu “pau” no excel.

Sugiro que ela futuramente permita que consigamos “baixar” uma pasta de excel com uma série de planilhas de empresas que escolhamos e incluamos em uma lista. Poderia, inclusive montar uma planilha (espécie de capa da pasta) comparativa com as informações dessas empresas, similar à do capítulo 11 do livro, pág. 132. Se pudermos editar as estimativas de cada empresa que consideremos adequado, antes de fazer esse download, melhor ainda, pois as informações vão pro excel sem as fórmulas e prepará-las lá, pelo menos no meu caso, que não domino tanto, inviabiliza o estudo, se forem muitas empresas.

Parabéns pelo excelente método.

Abraço,

Sandro.

Oi Sandro, certamente a ferramenta vai melhorar muito. A luta agora é para refinar os dados do passado e ampliar o número de empresas. É um projeto exploratório, que vai se bancar com suas próprias pernas, mas já está bem adiantado.

Olá, Aguardo ansiosamente o método e o vídeo. Abcs, ZINER Contador / Perito JudicialCRC/RJ XXXXX Tel.: (21) XXXXX-5913 

Oi Cesar, pedi para editar o vídeo, pois está meio grande. Mas acredito que no início da semana consiga subir para o blog.
Editei os seus dados no comentário para evitar compartilhar seus dados pessoais. É só por prudência, há muita gente com objetivos estranhos na net…
abraço
Paulo Portinho

Olá Paulo Portinho, bom dia!
Notícia boa sobre o Método Sempre/ADVFN. já é possivel ter acesso aos dados das emprestadas que vc listou no comentário. Se positivo, como fazer?
abraço
Jaime Leite

Oi Jaime,
Já está disponível, mas o site da advfn é meio confuso, vou pedir ao João para disponibilizar um link direto.
Assim que souber, posto aqui!

Parabéns e continue com o projeto.

Comprei o livro sobre o método SEMPRE e vou usá-lo doravante.

Portinho, já comentei com você em outro post e tentei várias vezes obter alguma resposta no suporte da ADFN, mas ninguém me responde lá.

A tabela de fundamentos de algumas empresas, como a wege3, geti4, sula3 e stbp11, estão incompletas, não possuem os dados referentes à Receita Líquida, Lucro Líquido, Dividendos + JSCP, Patrimônio Líquido e Ativo Total. Eu só gostaria de saber porque esses dados ainda não foram inseridos e se há uma previsão para a complementação das informações dessas empresas.

Como eles não me respondem, quem sabe se você perguntar eles possam dar alguma resposta.

abs

Oi Victor,
Enviei suas considerações diretamente para o sócio diretor da ferramenta no Brasil.
Se você preferir, pode enviar o excel com os dados diretamente para meu email home@portinho.com que eu mesmo corrijo.
abraço

Oi Victor, poderia por gentileza ver se os ativos foram atualizados? Me disseram que sim.


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: