Imóveis, comprar ou alugar? Eis a questão! E a bolha imobiliária dá suas caras aqui no RJ…

Posted on 23/05/2014. Filed under: Finanças |

Já há muitos anos, quem me acompanha sabe, eu havia disponibilizado (com mais de 10.000 downloads) uma planilha para compra da “Casa Inteligente”, que nada mais era que a comparação de fluxo de compra x fluxo de aluguel.

Na prática, dava o “preço justo” de um imóvel a partir de seu aluguel de mercado, e outras variáveis macroeconômicas relevantes.

Isso faz parte do apêndice do meu segundo livro “Quanto Custa Ficar Rico?

Deu no New York Times!

Pois não é que, 4 anos depois o NYT resolve publicar um estudo bem semelhante:

NYT – Comprar ou Alugar?

Infelizmente o uso direto para o Brasil não é tão simples, pois os americanos têm “dados demais”. Rsrs

Mas a planilha brasileira continua dando seus frutos!

Ela me ajudou a verificar o exagero nos preços no início de 2013 e o absurdo no final do mesmo ano. Inclusive me ajudou a saber quanto pagar quando troquei o meu imóvel.

Aos que não conheciam a planilha, divirtam-se com o link e tomem SEMPRE decisões racionais com seu dinheiro!

E não é que a bolha dá sinais de estouro por aqui…

Aqui no RJ, quem acompanha já está vendo os vendedores cederem significativamente para fechar negócio.

Só em alguns que acompanho há meses (mais de 18 em alguns casos), por interesse acadêmico, os descontos estão na faixa de 20-30% inclusive no aluguel.

Uma cobertura na Pinheiro Machado, há 6 meses, estava por R$ 1,5 milhão no ZAP. Hoje, apesar de ainda haver anúncios da mesma cobertura, a R$ 1,4 milhão, o preço chegou a R$ 1,2 milhão. O que parece razoável para um duplex de 165 m2 na zona sul do RJ, perto do metrô.

Na Moura Brasil, vizinha do Fluminense, um excelente 3 quartos (original 4) com garagem, 140 m2, estava a R$ 6.500 o aluguel em novembro de 2013. Ainda não alugou e já está em R$ 4.600.

Cobertura à venda, pelo menos, desde junho de 2013, iniciou em R$ 2,25 milhões. 189 m2 na Pinheiro Machado, Laranjeiras. Está em R$ 1,8 milhão. So far, nobody…

Isso é facilmente verificável no ZAP, pois os preços antigos continuam lá (talvez por estratégia do vendedor, sei lá).

Leblon e Ipanema

O querido “UK of I” (United Kingdom of Ipanema), que engloba também Lagoa, Jardim Botânico e Gávea, talvez ainda não tenha sofrido os efeitos, pois imóveis para altíssima renda têm em executivos expatriados seu principal mercado. E não existe preço alto para Statoil, Schlumberger e Portugal Telecom.

Mas o volume gigantesco de ofertas de aluguel e venda (quase 4 vezes mais que a soma do resto da Zona Sul) dá um indicativo, a depender do resultado da Copa… sei não…

Quem viver verá!

 

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

5 Respostas to “Imóveis, comprar ou alugar? Eis a questão! E a bolha imobiliária dá suas caras aqui no RJ…”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Pra mim estes preços ainda estão pelo menos 40% acima do correto.

O que se fala aqui na Grande POA/RS é pra não comprar imóvel agora, esperar para o ano que vem, que vai tudo desabar.
Será?

É o que parece por aqui também. Por enquanto, ninguém compra nada…

Caro Paulinho , com bolha ou sem bolha , posso dizer-lhe que a comunidade de corretores de imóveis da zona sul (um p/ cada 10m²) está jejuando este ano , pois além dos preços altos ninguém está comprando nada , a galera tá passando o pires e acho que vai continuar por muito tempo até passar o sonho das loterias da copa e da olimpíadas. O mercado está totalmente fora da realidade brasileira incomparável até com as grandes metrópoles da mundo, os proprietários estão pirando.

É Zé… é só dar uma zapeada pra ver que tem gente louca nesse mercado!


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: