17 Anos Investindo na Bolsa! O que aconteceu com GGBR4, PETR4, VALE5 e POMO4?

Posted on 13/05/2013. Filed under: Finanças |

Prezados leitores,

Antes de iniciar o novo artigo, quero agradecer as palavras gentis de muitos comentaristas do blog e dizer que, realmente, gostaria de escrever mais neste espaço. Mas outros compromissos têm me deixado com pouco tempo para fazê-lo.

Mas há novidades!

Novo livro

Planejo, para o segundo semestre, publicar um livro sobre um método próprio para seleção de ações. Após o fim do Instituto Nacional de Investidores, organizei todos as ajustes que fiz no método INI ao longo dos anos e dos cursos e estou trabalhando para oferecer um novo método, mais didático e mais adequado ao mercado brasileiro.

A minha parte está indo super bem, mas eu gostaria de lançar o livro junto com um software e um sistema de banco de dados de apoio. Essa parte ainda está um pouco devagar.

Mas anotem: O Projeto S.E.M.P.R.E. vem aí!

Coluna mensal na revista ADVFN

Tenho escrito uma coluna mensal para a revista ADVFN. São artigos com foco educacional, baseados em pesquisas, algumas inéditas, sobre o mercado de ações. Semelhantes às que fazei na época do Informativo mensal do INI.

17 anos investindo em Gerdau (GGBR4), Vale (VALE5), Marcopolo (POMO4) e Petrobras (PETR4).

O artigo completo, cujos links estão logo abaixo (PDF e Excel, com os dados originais), simula COM DADOS REAIS E HISTÓRICOS o investimento nas quatro empresas do subtítulo.

Desde janeiro de 1996 até maio de 2013, simula-se o investimento regular de R$ 1.000,00 a cada ano em cada uma das empresas citadas. São 18 aportes de R$ 1.000,00 que se transformaram em quantias expressivas após esse período.

Mesmo com a Inflação?

Well, well, well…

A crítica mais frequente que recebo a respeito dos estudos publicados no meu livro O Mercado de Ações em 25 Episódios diz respeito ao não uso da inflação para ajustar os ganhos calculados.

Ocorre que esse cálculo não foi apresentado, porque não faz sentido mesmo.

Uma coisa é dizer que, em 1996 R$ 1.000 compravam 2.000 quilos de arroz e que em 2013 compram apenas 638 quilos.

Isso faz sentido. Mas quando há um fluxo de dezenas, às vezes centenas de aportes ao longo do tempo, esse cálculo deixa de ter significado “palpável”. Serve apenas como construção de matemática financeira.

Entretanto…

Há como tirar o efeito da inflação sim. Porém utilizando outra medida, a TIR – Taxa Interna de Retorno. O cálculo da TIR é bastante complexo, mas seu significado é simples. É a taxa de retorno anual do investimento feito, já considerando todos os aportes feitos nas diferentes datas.

Quando utilizamos a TIB “descontada”, significa que o retorno seria REAL, ou seja, já descontando a inflação no período.

Alguns resultados

Aproveitei para inserir a comparação com o CDI líquido (descontando 15% de IR) e com a caderneta de poupança.

Exceto Marcopolo, as outras 3 empresas têm sido bastante afetadas na bolsa nos últimos anos. Isso torna o estudo ainda mais interessante!

Petrobras

De todas as empresas estudadas a Petrobras foi a que apresentou rendimento menos atraente. Não vou dizer o “pior” resultado, pois todos foram muito bons no período.

Quem investiu R$ 1.000 ao ano, entre janeiro de 1996 e maio de 2013, teria um patrimônio (desconsiderando custos de operação) de R$ 116.637,02.

Isso significa um retorno anual médio de 18,54%.

Mesmo com a inflação descontada, esse retorno seria de 11,48%. Ressalte-se, retorno REAL, acima da inflação.

Not bad…

Mas e o CDI?

Também foi ótimo investimento, porém, os mesmos R$ 1.000,00 aplicados ano a ano, trariam um patrimônio de R$ 63 mil,  taxa de retorno de 12,78% nominais e 6,10% reais.

ATENÇÃO!!!

Não é uma conta direta. O cálculo do desconto da inflação é complexo e tem metodologia complexa. Estão descritos na planilha em anexo.

Bom, para conhecer os resultados completos clique nos links abaixo:

Artigo completo

Memória de Cálculo

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

25 Respostas to “17 Anos Investindo na Bolsa! O que aconteceu com GGBR4, PETR4, VALE5 e POMO4?”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Boa noite… Como está o projeto de seu livro? Tem previsão para lançamento? Abraço.

Olá Alexandre, está prevista a entrega na editora (para revisão e produção) em 15 de setembro. Abraço!

Olá, como está o seu projeto para o segundo semestre? Não sei se ainda há tempo, mas eu gostaria de sugerir que você abordasse um tópico relativo a análise fundamentalista tratando de análise de fluxo de caixa livre. Acredito que existe uma demanda reprimida imensa de pessoas como eu, seguidoras do método INI, de análise de valor que não encontramos boas explicações de como ler os demonstrativos de resultado e fluxos de caixa para analisar o fluxo de caixa livre ou “dinheiro do dono”, como diria Buffet. Esta análise é mencionada nos livros de Buffet e Grahan, mas você poderia aprofundar a explicação e capacitar seus leitores a fazer esta análise com base nos ITR das empresas brasileiras.

Vou tentar preparar um artigo para a proxima semana.
Abs

Olá Portinho. Depois de alguns dias, vamos digerindo melhor os acontecimentos. Mas não me refiro a repensar e ver de outro ângulo, ou com mais otimismo, porque simplesmente não há nem um nem outro. Volltando à metáfora do digerir, há simplesmente aquele lembrete que certos tipos de alimento nos dão, de que foram comidos, indiscutivelmente. Fiúza vai de novo na veia:
http://moglobo.globo.com/integra.asp?txtUrl=/opiniao/plebiscito-em-marte-8844735

Oi Rodrigo,
Esse texto mostra, claramente, como Fiúza está à margem da racionalidade e da observação. É um texto, como todos os que o Reinaldo tem escrito, tentando encaixar os fatos na teoria que criaram, já na primeira hora, sobre o que aconteceria com os movimentos.
Quem precisa de analistas experientes para saber que o PT vai tentar se aproveitar, que os políticos vão tentar enganar, que vão passar a conta para nós etc. Pô, isso não só é óbvio como é o que aconteceu nos últimos anos.
Mas o texto é uma ode ao non sense. Veja:
– Fala que os parasitas estão em festa. Os parasitas estão em festa há muitos anos. Não faz qualquer sentido analisar o quadro atual como melhor e mais fácil para os parasitas. Não há qualquer evidência que os parasitas estejam mais confortáveis agora do que antes das manifestações.
– Comenta como se o pronunciamento de Dilma tivesse sido um sucesso. Em que país ele vive? Foi um fracasso de público, de crítica, de tudo. Os desdobramentos na base aliada e na popularidade não indicam essa “vitória” da demagogia. Não é possível entender Fiúza. Isso já está fora do escopo do wishful thinking, beira a irracionalidade. Só ele viu isso. Nem Rui Falcão gostou do pronunciamento.
– Quanto ao plebiscito, é uma péssima ideia, concordo. Mas não deve ocorrer e, principalmente, se ocorrer não há qualquer garantia de que o vitorioso será o PT. O plebiscito do desarmamento foi apoiado por TODOS e perdeu fragorosamente. Era Lula, Camila Pitanga, Antonio Fagundes, a Igreja e muitos formadores de opinião. O que fez o povo. Gritou: NÃO com 70% dos votos.
– Quanto à idéia de que o povo deveria brigar para ver rosemary e outros corruptos na cadeira, ora, é isso que estão fazendo. É ingenuidade achar que uma manifestação viral, estatística, vá acabar focando em temas paroquiais, pontuais. Não é essa a natureza do movimento, mas Fiúza e Azevedo não querem nem entender. Está errado e pronto!
Por fim, comparar dolo com dor é muito estranho. Não acho que seja falta de português, foi só um trocadilho infame e sem efeito.
Os fatos são simples. A situação mudou, o conforto acabou ou está muito menor. Dizer que os parasitas estão em festa é simples negação da realidade. Não há qualquer evidência. A não ser que ele se sente para conversar com Lula e com empreiteiros e esses tenham dito que a coisa melhorou. Fora isso, está assumindo uma análise obtusa, irracional. Literalmente wishful thinking.
Não sei em que mundo uma queda de 30% na popularidade é bom para o político. Só no dele e no de Reinaldo Azevedo.
Eles ainda estão em negação, ainda estão discutindo se, filosoficamente, as pessoas deveriam estar nas ruas. Todo mundo já passou dessa fase. Veja o Merval de hoje. Ele cita Reinaldo para, justamente, alertar para os perigos do PT. Isso é importante. Alertar é importante, pois essa análise corre o mundo pela internet. Agora, dizer que “o PT vai se dar bem” é torcida.
Obrigado por enviar esses textos, me permitem contrapor ideias de racionalidade heterodoxa.
Abraço!

Excelente artigo. Aguardo o livro. Para a base de dados já considerou o software fundamentalista da http://www.majershb.com.br/ ?

Agora uma pergunta pessoal. Qual o seu sentimento para o mercado atual. Sei que é impossível fazer uma previsão mas vc acredita que hoje ainda é possível esperar esse desempenho fantástico?

[]’s

Oi Rafael,
Estou conseguindo um caminho para que a base de dados possa ser construída, sem muito trabalho e gratuitamente, pelo próprio usuário.
Quanto ao mercado… well…
O primeiro passo é pensar nas empresas. Há muitas que não perderam fundamentos, tais como EZtec, Saraiva, Marcopolo etc. Mas não teria grandes expectativas para o futuro. Acho que vamos ter que nos contentar com retornos mais baixos.
Infelizmente a melhoria do cenário externo, ao contrário do que dizem os analistas, deverá tirar muitos recursos daqui. Com juros de 10 anos nos EUA na faixa de 4%, provavelmente haverá um derretimento da dívida privada e alguma contração na bolsa.

Caro Portinho, sou novo no blog e tenho gostado muito dos seus posts.
Também sou um dos que ficaram “orfãos” do sistema do INI e aprecio muito o seu emprenho no lançamento de um livro e um novo sistema para preencher essa importante lacuna para investidores em ações no Brasil.
Espero ansiosamente pelo lançamento do mesmo!

Oi Rodrigo.
Acredito que no meio do próximo semestre. Estou buscando fontes de dados gratuitas para facilitar o uso do novo método.
Abraço!
Paulo Portinho

Estava ansioso para novos comentarios no seu blog que nao aparecia. Muito bom. Aguardarei novidades e seu novo livro.
Carlos

Paulo, solicito a gentileza de informar quanto seria o retorno com CSNA3, se possível. Obrigado.

Oi Raymundo. Vou tentar calcular. Como dá para perceber na planilha, é um cálculo complicado e trabalhoso. Mas pela histórico recente da CSNA é MUITO PROVÁVEL que o resultado seja superior ao da Gerdau.

Caro Portinho,
Fiquei muito ansioso para ler seu novo livro.
Abraços,
Éverton

E a, jovem??

Quais as novidades da semana? Comprou o notebook?

Comeou a estudar de verdade?

J definiu alguma captura para 2013?

Sds

Date: Mon, 13 May 2013 19:42:50 +0000 To: axelbrabo@hotmail.com

Caro Alexandre,
Lamento não poder responder, pois não entendi o comentário.
Sds,
Paulo Portinho

Caro Portinho,
Sempre uma alegria ler algo de origem sua. Mais um entre os tantos agradecimentos de seus leitores. Nao è mesmo possivel lancar o livro p/ irmos aprendendo, e em um segundo estagio, o software? O soft, vira realmente preencher uma grande lacuna ,que ficou pela ausencia do INI. Uma pergunta: Nao è possivel lancar junto ao Livro, um Audio-livro? Tenho aproveitado muito o tempo nas viagens ouvindo aquilo que ja havia lido no livro, e os resultados sao muito bons!!
Um grande abraco
Noracir

Oi Noracir,
Sem dúvida lançarei, mesmo sem o software e o banco de dados.
Agradeço as palavras generosas.
Abraço!
Paulo Portinho

Parabéns pelo trabalho.
No site, poderia considerar incluir dados médios de ROE, ROA e endividamento para as comparações entre ativos selecionados.
Fabiano Cantarino.

Excelente artigo, Portinho. Adoro estas simulações.
Fiz também no meu blog simulação de compras periódicas de Souza Cruz, desde 1996. Pela TIR, o resultado foi de espetaculares 2,41% ao mês. O artigo poderá ser visto aqui:
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/02/simulacao-de-compras-mensais-souza-cruz.html

Abraços e sucesso.

Portinho, quem está trabalhando no software para vc? Vc está fazendo sozinho ou com apoio de pessoas/?
Eu poderia ajudar em troca do aprendizado e do contato continuo com vc, se precisasse. Trabalho há 6 anos como programador e um dos meus hobbies além de TI, quee u amo muito, é o mercado de açoes, analise fundamentalista,.
Entra em contato comigo se se interessar, meu email é xxx . já li seus dois livros tb,🙂 ficaria muito muito feliz em participar de um novo livro como colaborador.
Espero poder ajudar.
Abraços.

Oi Saulo,
Peguei o seu email (e retirei do comentário, para garantir a privacidade). Eu, na realidade, não estou com dificuldades no software, mas na base de dados.
Para o método novo eu preciso de um histórico confiável do valor de mercado das companhias. Por incrível que pareça, ninguém tem com o nível de correção que eu preciso.
Abraço e obrigado pelo apoio. Se precisar vou contatar com certeza!
Paulo Portinho

ok, tranquilo… se precisar de ajuda.. eh soh falar… vou continuar atento ao seu trabalho…magnifico. abraço

Excelente material, parabéns! Divulgarei entre os meus amigos.

Olá, Portinho!
O livro “O Mercado de Ações em 25 Episódios” é o guia perfeito para os pequenos investidores que desejam se “aventurar” nesse mundo de infinitas possibilidades que é… “O Mercado de Ações”!
PS: Já li seus dois primeiros livros. Estamos no aguardo do terceiro;
PS(2): Obrigado por nos trazer o 17º ano do Arnaldo (“deflacionado”).
Abraço e obrigado.


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: