83 Ações para Estudar com o Método INI

Posted on 13/04/2012. Filed under: Finanças |

Link para a planilha atualizada:

Empresas para Estudo – Método INI – 02/04/2012

Caros leitores,

Atualizei a planilha (link acima) com as empresas para estudar utilizando o Método INI. Agora, já constam os dados completos do ano de 2011.

A partir dos dados fornecidos ao INI pelo site ComDinheiro, filtrei 83 empresas que apresentaram alguma regularidade em seus fundamentos nos últimos anos.

A planilha calcula o crescimento passado dos fundamentos (Receita, Dividendos e Lucro) e os múltiplos (P/L, DY e Payout) das companhias.

A partir de algumas premissas de futuro imputadas pelo próprio usuário, será possível ter uma dimensão das perspectivas das empresas estudadas.

Para quem já conhece o método INI

Para quem está habituado, a planilha é muito simples. Na aba “Premissas”, será necessário indicar suas perspectivas, visando o ano de 2016 (5 anos a partir do último ano de demonstrações financeiras completa – 2011) para:

  • o intervalo de P/L (máximo e mínimo),
  • o crescimento dos principais fundamentos (Receita e Lucro)
  • a estimativa de payout.

Minha sugestão é que escolha a empresa a estudar e tente ler os últimos releases de resultado (direto no site da companhia). Só após, indique suas permissas para 2016.

Para quem não conhece o método INI

Nesse caso a planilha fica menos “clara”. Sugiro que tente ler os posts que escrevi sobre o método INI (no Blog do Portinho e no Blog do INI www.ini.org.br).

Ainda assim, caso entenda de alguns conceitos fundamentalistas, dá para trabalhar algo na planilha mesmo sem ter experiência no Método INI.

Pausa para os comerciais…

Para quem quiser saber mais sobre bolsa, indico que nessa semana (13/04/2012) meus dois livros estão em promoção no Submarino.com:

O Mercado de Ações em 25 Episódios

Quanto Custa Ficar Rico?

IMPORTANTE!!!

O Método INI não tem nenhuma função no curto prazo. Não diz respeito a condições especulativas, apenas a expectativas sobre os resultados das companhias (lucro, dividendos e receita) e mercado (P/L máximo e mínimo). E tudo com horizonte mínimo de 5 anos.

A maioria das carteiras recomendadas trabalha com horizontes mais curtos (1 semana, 1 mês ou 1 ano). Isso nada tem a ver com o método INI.

O Método INI é um guia educacional, que requer revisão a cada divulgação de resultado das companhias.

Empresas com prejuízos recorrentes ou históricos pouco consistentes não atenderão aos filtros do Método INI. Isso não significa que não possam ter bons resultados na bolsa.

A Planilha

Os valores históricos e os cálculos relativos a estes foram tratados com o maior cuidado possível, porém é possível que haja erros. Peço aos leitores que indiquem na linha de comentários caso identifiquem algum erro. Se for mesmo erro, conserto e posto a planilha nova, se não for, explico nos comentários.

Quanto às premissas de futuro colocadas na planilha, não representam um julgamento aprofundado sobre as perspectivas das empresas, são apenas estimativas baseadas no senso comum, tais como:

  • Não estimar intervalos de P/L muito elevados para o futuro.
  • Não estimar crescimento exagerado para o futuro.

Os resultados só vão ser realmente relevantes após um estudo feito pelo próprio leitor, colocando premissas em que ele mesmo acredita.

Comentários são bem vindos. Quem quiser comentar a respeito de suas avaliações das companhias em questão, será muito bem vindo. Ficarão registrados no blog.

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

48 Respostas to “83 Ações para Estudar com o Método INI”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Bom dia Portinho.
Teria como vc atualizar a planilha “83 Ações para Estudar com o Método INI”?
Obrigado.

Oi Rosieu,
Estou trabalhando em um novo método, pois perdi o acesso aos dados.
Assim que lançar aviso a todos

Bom dia Portinho,

li seu livro (O Mercado de Ações em 25 episódios) e achei muito interessante. Abri a planilha só que tive dificuldades de entender o que as colunas significam. Será que você poderia esclarecer? Se sim, as dúvidas são as seguintes:

Aba Dados:
O que significa:
– R20XX (receita do ano?)
– LL20XX (lucro líquido do ano?)
– PMx20XX
– PMn20XX
– Div20XX (Dividend Yield pago no ano?)
– Ult 2012 (última cotação?)
– LNR20XX
– AVGR%
– AVGR% (taxa de crescimento médio da receita?)
– AVGLL% (taxa de crescimento médio do lucro líquido?)
– PLMx20XX
– PLMn20XX
– PYT20XX
– Ups/Dwn

Na aba Premissas, o que significa o PLMax e o PLMin em azul? É o que eu aceito de variação no índice P/L da ação em 2016? A mesma pergunta para Cresc R, Cresc LL e Payout.

Na aba resultados, o que significa Ups/Down? Como o valor deve ser interpretado? Em porcentagem? Em valores absolutos? O que significa GWT Preço?

Enfim, existe algum manual de utilização da tabela? Tem alguns outros posts que ajudem a clarificar o significado dos campos?

Obrigado,
Eu

Olá,
Desculpe a demora, estamos de férias!!!
Vamos lá:
– Preço máximo
– Preço mínimo
– dividendo por ação (não o yield)
– Última cotação
– Logaritmo natural da receita (LN)
– AVG é average média
– PL – preço lucro
Procure nos posts sobre o Método INI e sobre o novo Método INI. Há muitas informações sobre os indicadores.
Abraço!
Paulo Portinho

Bom dia Portinho.
Li algumas vezes aqui no forum q vc precisa de nova parceria para ter acesso aos dados fundamentalistas das empresas para poder atualizar a planilha. Diante disso, lembrei de um cara q acho q pode te ajudar. Acesse o site: http://www.grippertecnologia.ecn.br/software.html.
Ele tem um programa com uma gama muito grande de informações, inclusive fundamentalistas!!! O email dele é: gripper@grippertecnologia.ecn.br
Espero poder ter ajudado.
Obrigado e bom dia.

Oi Rosieu,
Muito obrigado. Vou entrar em contato com ele.
[]
Paulo Portinho

Olá,
Observando os relatórios trimestrais (2T12) de algumas empresas tenho verificado uma informação recorrente: muitas delas estão relatando elevação significativa nas despesas financeiras devido à variação cambial, e justificam a queda no lucro líquido por conta destas despesas. Ao mesmo tempo, diminuem a importância desta redução no LL informando o bom desempenho do EBITDA, argumentando que o impacto da variação cambial no LL foi apenas contábil.
Você pode esclarecer esta questão nos indicando como identificar o real impacto da variação cambial no balanço da empresa e a identificar como isso pode impactar o desempenho futuro? Peço ajuda no sentido de poder interpretar o impacto da variação cambial nestes balanços e poder tirar minhas próprias conclusões sobre as estratégias da empresa e suas perspectivas.

Oi Alexandre,
Desculpe a demora em responder.
O primeiro efeito é mesmo contábil. É preciso ver como o câmbio vai influir no seguinte:
1. Receitas (como se comportam com o câmbio alto/baixo).
2. Despesas.
3. Dívida bruta/líquida e juros pagos (serviço da dívida).
Há outros fatores, mas esses são os mais importantes.
Uma cia que exporta muito, pode se beneficiar da elevação do dólar. Isso precisa ser MAIOR do que eventuais efeitos em compras atreladas ao dólar e/ou juros pagos para empréstimos em dólar.
Normalmente as companhias falam disso em seus relatórios e em seus formulários de referência (Ver site CVM).
De qualquer forma, se não ficar claro, sempre é possível ligar ou enviar um email para a área de RI da Cia.
Por fim, o efeito contábil não é o mais relevante. O impacto é brutal no primeiro momento, pois os ajustes são fortes, mas o que conta mesmo é o efeito no NEGÓCIO da companhia.
Abraço!
Portinho

Olá, tentei atualizar suas planilhas com os novos dados trimemestrais da TIB do INI mas não consegui acesso. Tens idéia do que aconteceu com a tabela ou com o próprio INI?

Se não está mais disponível, existem outras fontes de dados das empresas que você pode indicar (exceto Fundamentus)?

Oi Alexandre,
Infelizmente o INI foi descontinuado. É uma pena, mas foi a decisão da assembleia.
Eu saí de lá em fevereiro.
Atualmente faço consultas (cadastrado como professor) no site COMDINHEIRO.com.br.
É dos que tenho mais confiança.
[]
Portinho

Ola Portinho muito obrigado pelo comentario, sobre mainha pergunta das construtoras, e quanta a ver balanços e resultados mauitas vezes a empresa apresenta lucro e mesmo assim despenca, e o caso de ELPL4, NAO APRESENTOU PREJUISO, mas mesmo assim despencou, no medu caso so perdi menos porque recebi os dividendos mas hoje se for vender perco uma boa parte do capital

Caro portinho,

Obrigado pelo post e pela planilha.

Uma pergunta: Porque você não incluiu a usiminas? Pelo fato de ter dado prejuízo no último trimestre?

Obrigado,

Oi Omar,
Não foi isso. É que USIM e GGBR tem histórico recente de lucros decrescentes, não passaram no primeiro filtro.
Porém, pelo fato de estarem muito baratas, poderão apresentar bons resultados.

oi, portinho na atual crise sera que as construtoras fizeram fundo, qual setor voce acha que se encontra na hora de fazer investimento com possibilidade de valorizaçao a medio ou longo praso, considerando de 6 meses a 3 anos, gostaria de ver um comentario seu

Oi Edmilso,
Há muita nebulosidade no horizonte. Esse pessoal vive de crédito, que pode secar caso haja um default desorganizado na Europa. Não significa que as empresas vão quebrar, mas o fluxo de saída de capital poderia, tranquilamente, fazer as ações caírem ainda mais.
Para quem está no meio da jornada, ou início, de formação de patrimônio via bolsa, deve manter a estratégia.
Qualquer movimento mais arriscado (grandes volumes a aplicar) deve esperar um sinal claro de solução na zona do Euro.
No mais, leia os balanços e os resultados para ver em quem confiar.

Prezado portinho;

Obrigado por compartilhar a planilha. Seria possível incluir duas empresas que tenho interesse ECOR3 e MPLU3? Ou pelo menos como consigo obter essas informações para eu mesmo inseri-las na planilha?

Um abraço;

Oi Max, os associados do INI tem acesso aos dados, via software OU via site.
Eu devo atualizar a planilha na próxima semana.
Abraço!

Bom dia Portinho!

Primeiramente faço questão de te agradecer por sua dedicação em ajudar os pequenos investidores. Tenho aprendido muito com vc!

Ocorre q baixei sua planilha e estou com muitas dificuldades para interpretá-la.

Já atualizei as cotações para o dia 25/05 e notei q as cores da coluna Ups/Down mudaram, mas fugiram do padrão observado qdo as cotacoes eram do dia 02/04 (do dia q vc disponibilizou). Nesse dia, já começava a ficar verde qdo alcançava 8, já no dia 25/05, só qdo alcança 23!!! Pq ocorre isso?

Se vc pudesse disponibilizar um tutotial da planilha, para podermos fazer uma interpretação correta, seria muito bom!!!!

Obrigado.

Oi Rosieu,
Com o que você disse agora, acho que cometi uma falha nesses “verdes e vermelhos”.
Eles não indicam “go”, “don´t go”, são apenas uma escala livre, onde o menor é vermelho e o maior é verde.
Como os preços caíram muito nos últimos dias, é provável que a “média” do UPS tenha subido muito, pois quanto mais barata a ação, maior o Upside downsize ratio (mantidas as premissas).
É só isso. A intrepretação co UPS é a mesma. Acima de 3 é considerado um investimento de menor risco. Naturalmente, se nossas premissas de crescimento e P/L se verificarem.
Assim que encerrarem os balanços do 1T tento atualizar com os lucros novos e daí tento fazer um tutorial.

Portinho, qual é a sua opinião em releção aos fundos de índice (PIBB, BOVA, …).

Caro sruten,
Entendo que são produtos financeiros muito engenhosos, mais os ETFs do que o PIBB. Não é possível fazer avaliação fundamentalista, pois não se trata de uma empresa em si, mas é uma forma bem simples de diversificar.
Seria interessante ter ETF de outros ativos/elementos como moedas, inflação, DI etc.

Boa noite Portinho.
Assisti alguns vídeos seus e me interessei bastante pelo método INI. Ocorre q estou com grandes dificuldades para encontrar ações para semear. Não tenho prática no mercado de ações.
Vc pode me ajudar?
Obrigado.

Oi Rosieu.
O momento está meio delicado para a bolsa, mas é excepcional para aprendizado.
Infelizmente não há caminho curto para o aprendizado em bolsa.
Há alguns pedágios a se pagar. Todos eles cobram em unidades de tempo.
O primeiro é o pedágio do relacionamento com a bolsa e seus intermediários (Corretoras, custódia etc.). Esse pedágio é de 3 a 6 meses de prática. É o tempo para que esse relacionamento se torne corriqueiro para você.
O segundo é mais longo. Leva de 1 a 2 anos. É o tempo para se tornar íntimo da companhias em que investe.
O mais importante é fazer com que esses pedágios não fiquem caros do ponto de vista financeiro, por isso o método INI é imprescindível.
Colocar pouco dinheiro regularmente, como se faz em poupança, vai ajudá-lo a passar por esses períodos de aprendizado sem sustos financeiros.

Tenho acompanhando alguns blogs, entre eles o seu e isto me estimulou a criar o meu próprio blog. O objetivo é compartilhar experiências e aprendizados e me manter firme na caminhada rumo a aposentadoria antecipada.
Se puder, me adiciona, ok?
investidorderisco.blogspot.com.br

Obrigado! Abraços!

Seja bem vindo à blogsfera!

Prezado Portinho,
Gostaria de informar que nossa empresa disponibiliza publicações eletronicas sobre o mercado de sercuritização, principalmente CRI, Cotas de FIDC e Cotas de FII.
Basta acessar nosso site http://www.uqbar.com.br

Prezado Portinho:
Gostaria que me ajudasse, pois estou perdido e não sei quais ações investir para montar minha carteira. Confesso que sou novo aqui e às vezes fica escolher os papéis para acompanhar no método ini, uma vez que são muitas empresas que compõem a bolsa. Não sei se vocês ministram curso aqui em Recife sobre o método ou por meio virtual, pois sozinho tá difícil. Peço a sua orientação nesse sentido, pois tenho intenção em investir pelo método ini, já li os seus posts aqui e no site do ini, mas não encontrei direcionamento suficiente “para andar sozinho com as minhas pernas”. Obrigado pela atenção.

Oi Ricardo,
Eu não sou mais o executivo responsável pelo INI desde o início do ano. O professor Mauro Calil ficou no meu lugar.
Uma coisa importante desse aprendizado é que ele só vem com o tempo e com a experiência. Só a leitura recorrente e o investimento constante (gradual e com pequenos aportes) fará de você um investidor consciente.
Leva entre 12 e 24 meses para se ter intimidade com uma empresa, com seus resultados e seus planos.
Comece devagar, comprando algumas poucas companhias e tentando ler sobre seus resultados, planos etc.
O Método INI ajuda a selecionar Cias com crescimento, possibilidade de crescimento e preço relativo baixo.
O INI está trabalhando num elearning para o segundo semestre, isso deve ajudar bastante.
Esse processo é learning-by-doing (aprender fazendo).
Por isso é fundamental fazer aportes pequenos e regulares para diluir seu risco.
Se puder, releia o primeiro capítulo do “25 Episódios”. É um bom exemplo de aprendizado ao longo do tempo.

Prezado Portinho:
Gostaria que comentasse a respeita da ação vale5, cujo potencial de alta é de 255,5% e com risco baixo de 12,78 já que está bem acima de 3. No entanto, com a possível redução do pib da china não acha que seria uma grande ameaça para essa ação, além do mais tem uma ação bilionária com a fazenda federal. obrigado e parabéns pelo trabalho.

Oi Ricardo,
Concordo com sua visão.
As premissas de crescimento de lucro podem, realmente, não se verificar, assim como o índice P/L máximo e mínimo para a Cia podem ficar em patamares mais baixos, caso deixe de ser uma empresa de crescimento.
Esses parâmetros podem ser modificados livremente na planilha, para se adequarem às perspectivas dos leitores.
Os valores na planilha são apenas ilustrativos, o próprio leitor deve buscar calibrar suas próprias premissas.
Pessoalmente eu acredito que os riscos são grandes.
Abraço!
Portinho
Ps. agradeço as palavras amigas. Vale relembrar, até para novos leitores, que a lista de ativos exposta atende a fins didáticos apenas. São empresas com comportamente adequado para estudo.

Portinho estava analisando os fundamentos da empresa, eu não entendo muito mas olhei no site da revista exame que a gafisa tem um patrimonio liquido de 2,65B e o valor de mercado esta em 1,65B, ou seja, seu preço esta abaixo do seu patrimonio liquido.
Se eu pegar seu patrimonio liquido e dividir pela quantidade de ações o valor da ação deveria estar em R$ 6,13 reais.

Gostaria que comentasse a respeito dessa ação, pois apesar de ter prejuizo ano passado acho que esta em um preço legal pra entrar, o que acha?

Oi Luciano,
Um prejuízo reduz o valor do patrimônio líquido e também o patrimônio da Gafisa está em terrenos e imóveis em estoque. Isso pode ser avaliado para baixo.
A empresa certamente está barata, porém só vai dar alegrias aos investidores se reverter o prejuízo de forma convincente.
Foi muito ruim resultado, é normal que os investidores tenham medo e corram.
O negócio é acompanhar de perto e ver se há mesmo a chance de reverter esse prejuízo.

Ola portinho bom dia, gostaria de saber qual significado da abreviaçao, INI e pmin e ups/downe GWT/PREÇO.
Se puder me responder ficarei muito satsfeito, abçs, EDMILSO

Oi Edmilso,
INI – Instituto Nacional de Investidores http://www.ini.org.br
GWT – Growth – Crescimento.
Upside downside – índice de risco do método INI. É considerado de baixo risco de 3 para cima.

Portinho, parabéns pelo excelente trabalho! Uma dúvida: GWT Preço me parece ser o potencial de valorização máximo frente a cotação atual, correto? Mas GWT vem ser as iniciais de que? Grato!

Oi Rodrigo. É de Growth.
[]
Portinho

Além das que coloquei no post passado, acho que ecor3 também merece ser vista com bons olhos…

Muito legal, acho que estou no caminho certo, tenho 14 dessas ações em carteira….acho que ugpa3, jhsf3 e brfs3 mereceriam entrar no estudo. Ótimo trabalho. Ini ajudou demais na minha formação como investidor, aquela história com o Arnaldo mudou minha visão em relação aos investimentos.

Oi Gustavo.
Agradeço a visita. As empresas sugeridas não entraram no estudo por questões didáticas. São mais difíceis de avaliar.
Abraço

valeu, portinho. grato pela resposta.
em tempo, sinto saudades daquele gráfico que vcs disponibilizavam no ini.org. Um gráfico comparativo, com os dividendos pagos, bonificações…Era uma ótima ferramenta. Não há a possibilidade de se disponibilizar algo parecido com aquilo não?

Oi Gustavo,
O professor Mauro Calil está à frente do INI agora, mas continuo ajudando no que me é possível. O antigo provedor não deixou o INI continuar com a Ferramenta. O processo com o site comdinheiro.com.br está bem ajustado e, em breve, será lançada uma nova versão do software. A volta da Aquarela e do Gráfico também está no foco, mas será numa segunda etapa.
Abraço!

Prezado Portinho,
Belo trabalho. Apresento a sugestão de incluir algumas empresas com bons fundamentos e crescimento: CCR, RAIADROGASIL e PANVEL. Também fiz um estudo do coeficente R2 do LL: as construtoras seguem com o coeficiente acima de 80%. Outros destaques: AMBEV, Iguatemi e Renner, Totvs, Multiplan e Tractebel

Obrigado Fabiano,
Anotado.

Que belo trabalho! Parabéns!

Vou atualizar as cotações e ver os dados com mais calma.

Abraço,

Arthur

Caro Paulo,
em qual software foi feita a planilha ? Não consegui abrir com o Excel 2003.
Abraços,

Excel 2007. Acho que tem uma atualização do 2003 que consegue ler arquivos XLSX (Excel 2007).

Portinho,

Obrigado por compartilhar a planilha.

Abraços,
Sir Income


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: