O Mercado e sua “Racionalidade” – Parte II

Posted on 11/08/2011. Filed under: Finanças |

Estudos de caso!

CASO A: BM&FBovespa, dia 10 de agosto de 2011 – Forjas Taurus PN cotada a R$ 1,77.

CASO B: BM&FBovespa, dia 11 de agosto de 2011 – Eletropaulo PN em queda de quase 6%

Antes, é bom repetir…

Este texto não quer questionar os eventos, pois o mercado é sempre soberano, mesmo quando não faz sentido.

Aliás, questionar o mercado é o primeiro caminho para perder dinheiro. Quem manda, no curto prazo, é sempre o fluxo!

Vamos aos casos…

CASO A

Como todos já devem saber a esse tempo, as Forjas Taurus passaram por uma reestruturação onde:

  • Os acionistas controladores perderam a maioria das ON´s
  • AS PN´s ganharam tag along
  • Os acionistas minoritários ganharam 25% a mais de ações para incorporar a polimetal
  • O balanço da companhia vai mostrar alguma deterioração, pois irá incorporar uma empresa deficitária e endividada.
  • Toda a operação foi aprovada exclusivamente por minoritários não controladores.

Após a divulgação do resultado, a companhia caiu muito e fechou o dia valendo R$ 251 milhões.

Independente do lucro líquido em queda, fruto primordialmente do dólar baixíssimo, é uma empresa que tem um ativo de R$ 960 milhões (3,8 vezes o market value) e um patrimônio líquido de R$ 460 milhões (P/VPA de 0,55). Além de uma faturamento estimado em R$ 700 milhões no ano + um EBTIDA estimado em R$ 110 milhões no ano (estimado pelo guidance do 3T11).

A FJTA declarou um dividendo/JSCP de quase R$ 3,9 milhões. É pouquinho, mas com base no preço de mercado do dia 10 de agosto, representava 1,55%!!!! Em 1 semestre, foi quase o dividend yield da VALE em 2010, por exemplo.

Essa Polimetal deve ser um iceberg daqueles de derrubar titanic… E deixe a banda tocar…

CASO B

O caso B é ainda mais interessante, pois dá a impressão de que os investidores não entendiam de Eletropaulo.

Qualquer pessoa que tenha lido os relatórios da companhia SABIA que a ELPL tinha apurado um lucro não recorrente enorme no segundo trimestre de 2010 e que, na comparação, isso iria prejudicar o lucro do 2T11.

O lucro caiu 47%… Mas não era óbvio?

A leitura do release não traz novidades expressivas ao quadro da ELPL. A dívida líquida aumentou? Sim, mas a bruta diminuiu. A Líquida aumentou pelo pagamento de dividendos.

A empresa ainda declarou R$ 1,85 de dividendos a serem pagos em 22 de setembro. Ora… 6% não é desprezível.

O mercado está sempre certo

Vale relembrar que o mercado está sempre certo, mesmo quando não parece fazer sentido. Contra fluxo, não há argumentos.

Mas que é uma racionalidade toda especial, lá isso é!!!

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

6 Respostas to “O Mercado e sua “Racionalidade” – Parte II”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Portinho, gostaria de lembrar que a Forjas teve prejuízo e a piora dos balanços pela incorporação ainda virá no prox trimestre !

E também tem de ser lembrado que a ELPL reviu sua política de dividendo. Parte deste lucro que ficou em caixa será devolvido para os consumidores de energia elétrica por conta da revisão tarifária que apesar de ainda não ter sido definida terá efeito retroativo. Ou seja, há muita indefinição pela frente.

Acho que a ELPL tem ainda um bom espaço para quedas no curto e médio prazo até que se defina o quanto a revisão tarifária irá retirar dos lucros da empresa.

Concordo com todos os pontos.
É lamentável que o governo não consiga definir a tempo uma política de tarifação.
Gera desconforto até para o planejamento técnico e operacional das companhias.
No caso da FJTA não faz mais sentido trabalhar com múltiplos de mercado, por isso olho só para o valor de mercado total. Se eu estivesse no comando dos minoritários, faria uma de duas coisas:
– Aproveitaria o momento para aumentar o capital com P/L e P/VPA baixos. Dependendo da falta apetite (R$) dos antigos controladores, poderia ser uma forma de diluí-los ainda mais. E também de aplacar o enorme endividamento que vem por aí, além de aumentar muito o número de ações em circulação, melhorando, eventualmente o liquidez.
– Buscaria comprador para a companhia.
Como forçaram para ter tag along de 100%, os minoritários estariam protegidos.
Mas repito o que já disse por aqui. FJTA tornou-se investimento de risco, pois seu futuro balanço é uma incógnita e sua nova estrutura pode não ser tão lucrativa no curto e no médio prazos.

Portinho, boa tarde.
Na TIB do INI nova os dados não incluem os ultimos anos.Há previsão para que a comdinheiro.com solte eles em breve?Depois que a ELPL anunciou os dividendos para setembro e após queda do preço quero saber se o papel ainda permanece com bons fundamentos na TIB.
Atc,
Aroldo

Oi Aroldo,
Algumas empresas estão sem os dados, pois pararam de divulgar dados consolidados. Para elas (inclusive ELPL) basta clicar no link CONTROLADOR para ver os dados mais recentes.
Abraço,
Portinho

Olá Portinho,

O problema no caso B, da Eletropaulo, acredito que foi a redução do pay-out. O mercado esperava 100%, como vinha acontecendo, aí ela anunciou “apenas” 50%.

Muitos investidores estão nela apenas devido à esses gordos dividendos. Como ela fez esse anúncio pegando mtos de surpresa, teve essa forte venda. Quanto à queda do lucro, acredito que isso realmente já era sabido, e não deve ter sido o principal motivo da queda, na minha opinião.

Grande abraço,

Fabiano

Oi Fabiano,
A grande incógnita é a política de tarifação.
O governo esquece que o preço é um inibidor do consumo, porém se baixar muito, pode causar explosão de consumo de energia elétrica, coisa que duvida que qualquer empresa esteja preparada para assumir. Aqui no RJ já tem apagão e bueiro voando. Se no verão a tarifa tiver 10% mais barata, não sei se o sistema suporta…
Vamos esperar um pouco. Da vez passada, quando o governo anunciou a terceira rodada, foi um caos, elétricas caindo 10 – 15% em 3 dias. Quem comprou ELPL, GETI, COELCE e EQTL (como o clube), ganhou entre 30% e 60% no período.
Espero que o governo demonstre competência e não fique levando essa indefinição além desse trimestre.
Abraço!


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: