Calcule o P/L e o Dividend Yield teóricos de uma Carteira de Ações

Posted on 03/08/2011. Filed under: Finanças |

Em momentos de “alta tensão” como os recentes, é bom estar com os pés em bons fundamentos.

Uma das poucas seguranças que um investidor pode ter, quando se encontra num mercado em crise ou com potencial para grandes quedas, é estar posicionado em companhias com lucros reais (sem itens não-recorrentes) e com múltiplos fundamentalistas confortáveis.

É claro que o preço reflete expectativas futuras, mas uma crise pode ser ainda mais grave para quem está posicionado em ações sem fundamento ou com múltiplos fundamentalistas desconfortáveis, que já incorporam expectativas muito otimistas.

P/L e Dividend Yield de uma carteira de ações

Calcular o P/L (índice preço-lucro) e o Dividend Yield DY (retorno % com dividendos) é bem simples para uma só ação e bastante difundido em sites gratuitos e pagos.

Mas há como fazê-lo para uma carteira de ações (pessoal, de clube ou de fundo).

Veja o exemplo para o clube Stratocaster (com portfólio real, porém quantidades fictícias):

 

A partir da posição/carteira do clube, calcula-se o lucro e os dividendos/JSCP aos quais ele, em teoria, teria direito (por conta de sua participação nas companhias):

 

 

Para calcular os múltiplos fundamentalistas basta pegar o Patrimônio em ações e dividir pelo Lucro do Clube (P/L) e dividir os dividendos aos quais teria direito pelo patrimônio total em ações.

Resultados:

P/L Clube 5,9989
DY Clube 7,4988%

Faça para seu clube ou para sua própria carteira de ações e veja sob que fundamentos estão seus pés!

Make a Comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

9 Respostas to “Calcule o P/L e o Dividend Yield teóricos de uma Carteira de Ações”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Olá Portinho, gostei muito desse post e veio de encontro ao que eu procurava. Mas tenho algumas dúvidas: Como calculo o DY da minha cateira no caso de obter rendimentos em opçoes e/ou desdobramentos? E quando tenho renda fixa junto na composição da cateira como procedo o calculo?

Abs

Eder

Oi Eder.
A lógica é sempre a mesma: Quanto recebi dividido por quanto paguei.
Nos desdobramentos, a quantidade muda, mas o valor investido não. Na renda fixa é mais fácil saber o valor investido.
Abraço!
Paulo Portinho

Olá, parabéns pelo seu trabalho e pelo seu livro (25 Episódios…, se eu mandar pelo correio você autogafa para mim?). Com certeza, o outro livro também é muito bom, mas eu só tenho o primeiro. Não sei se este é o local mais adequado, mas preciso fazer uma pergunta: Se acompanho uma ação e analiso os balanços há 5anos e então ocorre um desdobramento, tenho que recalcular o lucro por ação para os anos anteriores ajustando os valores antigos ao novo número de ações?

Oi Alexandre,
Claro que autografo.
Pode perguntar por aqui mesmo, acesso quase diariamente.
Sim, toda vez que há alteração na base acionária é necessário o recalculo dos índices “por ação”. No site do INI a TIB já faz isso, veja em http://www.ini.org.br, clique no link TIB.

Continuo em duvidas se devo ou não sacar já meu dinheiro aplicado na bolsa através dos fundos de investimento… até porque, se pedir o resgate hoje, segundo o banco meu dinheiro só será liberado em 3 dias úteis e no valor das ações do fechamento daquele dia, assim o que garante que meu dinheiro não sofrerá outras perdas até lá?? Vivo nesse dilema desde 2008 tentando recuperar as perdas e a cada dia a instabilidade e novas surpresas acabam me assombrando ainda mais… ao “longo prazo” com tantas perdas não sei se um dia vou conseguir recuperar o capital que tinha aplicado na bolsa (Vale e Petrobras) no inicio de 2008 antes da crise dos EUA, tenho medo de perder todas as minhas economias conseguidas ao longo de tantos anos. O que fazer nesse momento?? Help-me?? Sidnei Solla

Caro Sidnei,
Lamento muito pelas perdas. Nós, desde 2003, tentamos trazer as pessoas para a bolsa como forma de poupança de longo prazo. Isso significa que os movimentos devem ser suaves e ao longo de todo o planejamento de poupança (10, 15, 20 anos).
Infelizmente a propaganda e a experiência de ver muita gente ganhando rios de dinheiro entre 2002 e 2008 fez com que a maioria dos investidores entrasse com tudo de uma só vez.
É um comportamento por demais perigoso, principalmente para iniciantes.
Leia, se puder, os outros posts em que trato do investimento gradual.
Minha sugestão é sempre se manter em empresas baratas e com boas perspectivas de crescimento.
Ambas as empresas citadas mantiveram o crescimento vigoroso, porém são histórias distintas.
Da VALE não há o que reclamar. Lembro de tê-la comprado a R$ 17 em 2006 (valor ajustado) e a R$ 25 em 2008 e 2009. Ela já atingiu R$ 50 há alguns meses, de forma que, mesmo para quem quisesse recuperar as perdas, teria sido possível. Naturalmente se não comprou tudo a R$ 55 em maio de 2008.
No caso da Petrobras a capitalização diluiu significativamente o capital do minoritário. Tem-se a impressão que a Petrobras a R$ 18 está próxima da mínima de R$ 16,80 durante a crise, mas não é verdade. Há 50% mais de ações. Talvez leve algum tempo para que a empresa recupere as perdas dos últimos meses. E um longo tempo para voltar a R$ 50,00. Tenho muitos posts tratando disso.
Não tenho atuação como orientador financeiro, mas sugiro contato com o Prof. Mauro Calil (ver internet). Ele é orientador do INI e poderá lhe dar uma orientação mais específica para seu caso.
Diga que foi o Portinho que indicou, ele irá dar a atenção devida, apesar de ser tão solicitado.
Abraço!

Oi Paulo!

Não perco um post seu desde 2009 quando aprendi mais sobre a importância das finanças pessoais na vida. Achei este post muito bom porque ele ensina como fazer os cálculos devidos do dividendo mas eu queria saber como fazer outros cálculos considerados importantes na seleção de papeis, acho que daria um excelente post né não?😀

Oi Paulo. Agradeço o apoio.
O método mais completo que conheço para avaliar as ações de uma companhia é o do INI. Apesar de muito simples, ele cerca os principais fundamentos do investimento em ações.
Se ainda não o conhece, entre no site http://www.ini.org.br e baixe os livros, são gratuitos, na área de download center.
Acompanhe também os dados dos Cias Abertas na TIB.

Muito Obrigado Portinho, já fiz os downloads e estou dando uma boa lida quando encontro tempo

Abraços


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: