Análise Técnica x Análise Fundamentalista – O comentário de um day-trader

Posted on 25/01/2011. Filed under: Filosofia, Finanças |

Há alguns dias escrevi posts mostrando as diferenças irreconciliáveis entre a Análise Técnica e a Análise Fundamentalista.

Acredito que tenha sido bastante “polido”, pois recebi comentários muito positivos de fundamentalistas, de grafistas e de day-traders (DT), inclusive contribuindo para que minha visão sobre sua atuação desse último grupo ficasse mais clara.

O comentário de um DT

Um DT profissional me enviou um comentário evidenciando, sem querer, um pequeno deslize que cometi.

No livro “O Mercado de Ações em 25 Episódios“, já na orelha e na contracapa, aviso que há estratégias para GANHAR DINHEIRO e há estratégias para FICAR RICO, e que o livro trataria apenas dessas últimas.

Pois, sem querer, associei a idéia de ficar rico como um contraponto ao trabalho do DT. Não é. Ficar Rico nada tem a ver com o trabalho do DT e não é seu objetivo.

Ainda, ele reforçou a idéia de que DT é uma profissão.

E está certo. Um trabalhador busca remunerar seu capital, seja intelectual (professores), físico (atletas e lutadores), braçal (estivadores), cara-de-pau (políticos) entre outros. Eles passam 8 horas por dia buscando ganhar dinheiro com seus diferenciais. É o que faz um DT. Mesmo que não tenha patrimônio financeiro nenhum.

Bom, essas coisas me me estimularam a reforçar as diferenças entre as estratégias (AT e AF) e a reafirmar que NÃO SÃO ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES.

São diferentes, envolvem objetivos diferentes, sensações diferentes e ferramentas diferentes. Podem ser usadas pelo mesmo investidor, mas não devem ser misturadas para “melhorar a performance” das estratégias de AT ou de AF.

Em resumo, você pode ser um investidor “bipolar” e “treidar” para ganhar dinheiro e revertê-lo em aportes numa carteira fundamentalista de longo prazo.

Porém não faz sentido usar AF para selecionar ações para AT, ou AT para saber a hora de entrar em ações próprias para AF.

Quando escrevi “bipolar”, foi isso mesmo que quis dizer.

É raríssimo encontrar alguém assim. Seria como ter um jogador de pôquer genial, que domina toda a matemática do jogo, acumular todos os seus ganhos e limitar seu cacife. É quase como encontrar um Marciano ou um ET de Varginha (que talvez sejam a mesma coisa…)

AT x AF – Reforço das principais diferenças

O uso de AT é apropriado para remunerar patrimônio
O uso de AF é apropriado para acumular patrimônio

O uso de AT é uma estratégia apropriada para GANHAR DINHEIRO
O uso de AF é uma estratégia apropriada para FICAR RICO

Grafistas e DT devem entender que suas decisões não dependem dos fundamentos
Fundamentalistas devem entender que suas decisões não dependem de suportes e resistências

AT x AF – Algumas Semelhanças

Grafistas e DT são muito importantes para o mercado
Fundamentalistas são muito importantes para o mercado

Grafistas e DT não estão errados
Fundamentalistas não estão errados

Grafistas e DT TAMBÉM podem acabar ficando ricos
Fundamentalistas TAMBÉM podem acabar ganhando dinheiro

Foi só uma pincelada…

Um post rápido, só para não deixar passar em branco o comentário do amigo DT sobre nosso post AT x AF – água e óleo.

Antes que os fundamentalistas me batam, eu confesso…

Pessoalmente, nunca usei estratégias de curto prazo. Operar qualquer derivativo, inclusive opções, é proibido no estatuto do meu clube.

Não gosto, não me atrai, não tenho vocação para AT, apesar de conhecer os princípios, figuras, índices etc.

Mas respeito os Grafistas e DT, pois sei que, matematicamente e psicologicamente, é possível ser brilhante (ou muito acima de média) nesse jogo.

But I don´t have what it takes…

Gosto de comprar uma ação por sua beleza interior, não por suas belas curvas…

If you know what I mean

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

5 Respostas to “Análise Técnica x Análise Fundamentalista – O comentário de um day-trader”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Acho que eu não sirvo para investir em ações…. Tanto no curto, como no médio, como no longo prazo, SÓ PERCO…

Estou investindo em imóveis e já comecei a ganhar dinheiro com aluguél…..

Acho que que só ganha dinheiro DE VERDADE NA BOLSA são as corretoras e a Bovespa.

Caro visitante,
Não desanime. A coisa não é tão difícil como parece.
Bolsa é dinheiro pequeno e todo mês para comprar empresas com perspectivas de crescimento.
Se você for acionista da empresa X por 10 anos e ela crescer 5 vezes seu dinheiro vai crescer.
O que há por aí, de hora certa de entrar e de sair, dicas de preço-justo até dezembro de 2011 é pura especulação.
Se puder, leia os post sobre o uso do Método INI no blog. Verá que é um processo semelhante ao da caderneta de poupança.

[…] Análise Técnica x Análise Fundamentalista O comentário de um day-trader […]

Caro Portinho, tenho a dizer que estou usando a AF para a carteira de longo prazo , mas tenho uma parte de 1% da minha carteira que uso para position trade, no qual eu uso a analise técnica, e tbem uso ela para a compra e venda na de longo prazo.
Ótimo post por sinal.
Forte Abraço

Obrigado Everton!


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: