Selecionando Ações Pelo Método INI – Parte II – Ferramentas do INI

Posted on 20/12/2010. Filed under: Finanças |

Banco de Dados das Cias Brasileiras – Completo e Acessível ao Pequeno Investidor

Em 2003 o INI já tinha, praticamente, todo o material didático traduzido, porém o uso do método seria IMPOSSÍVEL se as pessoas tivessem que garimpar os dados necessários por elas mesmas.

O Método requer:

  • Histórico de, pelo menos, 7 anos das receitas e dos lucros por ação.
  • Histórico de pelo menos 5 anos de cotações (ajustadas a eventos acionários), dividendos por ação, margens e retorno sobre o Patrimônio Líquido.

Como era impossível achar um serviço que oferecia todos esses dados a preços aceitáveis, o INI, em parceria com a Valoriza, criou a TIB – Tabela de Informações Básicas e ofereceu em seu pacote básico de assinatura anual.

Dessa forma foi possível a rápida disseminação do método, pois os dados estavam todos ajustados à necessidade do usuário do Stock Selection Guide brasileiro (SSG).

Grande falha do mercado!

Até hoje, dezembro de 2010, não há uma única fonte de dados confiável que forneça tudo o que o INI precisa, a preços aceitáveis.

É incrível que não haja, por exemplo, uma fonte fidedigna para dizer qual o P/L atual da bolsa brasileira, ou qual o P/L dos setores ou ainda, qual o Dividend Yield médio do mercado e dos setores.

Um site desses deveria ser gratuito e está, pelo menos, 6 anos atrasado.

O INI faz sua parte disponibilizando para seus 8.000 associados a TIB e para outros 50.000 a Aquarela do Mercado e o Gráfico Comparativo.

Veja na figura a seguir como é a TIB:

Nos links abaixo, veja exemplos de relatórios para a VALE e para a AMIL:

Amil – Setembro de 2010

VALE – Setembro de 2010

O TIB tem informações sobre mais de 250 ações. Para 2010 está ajustando seus sistemas para as atualizações contábeis (IFRS), obrigatórias a partir deste ano.

O Software de Seleção de Empresas do INI

O SSG original foi criado na década de 1950, quando a informática era, praticamente, um bebê.

Os usuários da época (e até o final da década de 1990) utilizam tabelas para cálculo de juros compostos e um gráfico semi-logarítmico para fazer as estimativas de crescimento futuro nos fundamentos.

Tudo isso era distribuído em formulários de papel, que a NAIC vendia aos seus associados.

Esses formulários ajudaram milhões, literalmente milhões, a entender o investimento em bolsa com base em fundamentos, em crescimento e em valor.

Toda reunião de clubes de investimento (a NAIC chegou a ter 50.000 clubes associados) tinha apresentações de estudos feitos pelos cotistas, com base no SSG.

O INI, também em seu início, criou um software para reduzir esse trabalho braçal e integrar o SSG à realidade computacional de nosso século.

O usuário pode importar os dados das companhias brasileiras e interagir com dois “instrutores virtuais”, um conservador e outro otimista.

O software merece alguns ajustes, pois quando foi construído, em 2003-2004, a realidade da bolsa e da macroeconomia brasileira era outra, mas ainda é bastante útil para agilizar o trabalho de quem usa o SSG para seleção de empresas de crescimento.

Para baixar a versão DEMONSTRAÇÃO do software, clique aqui.

Os indicadores que o software utiliza para selecionar as empresas

Ao fazer uma avaliação completa da empresa no software do INI, espera-se que o usuário/investidor:

  • Conheça (quantitativa e qualitativamente) o crescimento histórico dos fundamentos da empresa: lucro, vendas, dividendos, margens etc.
  • Investigue os motivos para o crescimento histórico
  • Investigue disparidades entre o o crescimento do lucro e das vendas
  • Estude os últimos relatórios da Cia.
  • Seja capaz de estimar as perspectivas de futuro da Cia. para os próximos anos.

Como resultado final, ele obtém:

  • Um intervalo de compra/manutenção/venda, para os próximos 5 anos. Atenção! Isso não tem nada a ver como stop gain, stop loss. Os intervalos são muito grandes, pois dizem respeito aos próximos 5 anos e não a dias ou semanas.
  • Um indicativo chamado “upside-downside ratio” que mede a razão entre o “espaço para subir” e o “espaço para cair”.
  • Um indicativo de rentabilidade total, incluindo cotação e dividendos SE SUAS PREMISSAS SE VERIFICAREM.

Os livros do INI – Disponíveis para download

Há quase 1 ano e meio o livro “O Mercado de Ações em 25 Episódios” foi lançado, em parceria com o INI, para organizar e divulgar os muitos estudos feitos com base no método INI.

A Primeira parte do livro mostra os efeitos do investimento com base nos princípios do Instituto em ações brasileiras.

Esse livro não substituiu os guias do INI, mas os mesmos têm dados um pouco antigos e ficaram disponíveis para download.

São eles:

O Guia Oficial é a tradução do Guia Oficial da NAIC, versão de 1998. O Método é aplicado para avaliar ações da Motorola.

O Manual técnico é o “manual do software”. Até a página 40 ele explica o uso completo do SSG.

Para baixar os livros, clique nos links acima.

Site do INI Gratuito por 7 Dias

A TIB e o Software completo (com importação dos dados) estão disponíveis somente para associados INI, mas o INI oferece um período de teste (7 dias), para quem quiser conhecer as ferramentas antes de se decidir pela associação.

Basta clicar em Associe-se e seguir as indicações (se já tiver login e senha, faça o login antes de clicar). Ao final, ignore as instruções de cobrança. Quando a área financeira não detectar o pagamento em 7 dias, corta o acesso automaticamente.

A associação do INI custa entre R$ 90,00 e R$ 150,00 por ano. Já é bem acessível ao pequeno investidor.

Relembrando o site: www.ini.org.br

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

3 Respostas to “Selecionando Ações Pelo Método INI – Parte II – Ferramentas do INI”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

Olá Paulo,
Eu era associado do INI e agora não temos um suporte financeiro com a mesma abrangencia que tinhamos antes. Muitos dos links em seu blog não funcionam mais. Há alguma alternativa obter o software que tinhamos acesso no INI – SSG.?

Obrigado.

João Marcos Oliveira – São Paulo – SP

Oi João, você pode tentar contato com o professor Mauro Calil da Academia do Dinheiro. Ele mantém uma base de dados para auxiliar os associados do INI.
Nós pretendemos lançar um livro em conjunto com uma revisão do Método INI. Acredito que para a metade do segundo semestre esteja pronto.
[]
Paulo Portinho

[…] Selecionando Ações Pelo Método INI Parte II Ferramentas do INI […]


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: