Capitalização Petrobras – O que fazer com os fundos do FGTS?

Posted on 19/08/2010. Filed under: Finanças |

Quantas dúvidas…

O direito de preferência

A lei garante aos acionistas, na oferta pública de ações, o direito de comprar ações na mesma proporção que já possuem, para que não percam participação relativa no capital da empresa.

Isso não dá para burlar. Tem que garantir. O acionista compra se quiser.

Eu até consigo entender como garantir esse direito para a maioria dos acionistas atuais, mas tem um grupo de acionistas para os quais esse direito pode ficar prejudicado.

Os FMP-FGTS-Petrobras

FMP é fundo mútuo de privatização da Petrobras. PRIVATIZAÇÃO???? Não sei como é que o governo ainda não mudou esse nome (brincadeirinha…).

Esses fundos estão fechados para captação e, até onde sei, só podiam, quando abertos, receber recursos de contas do FGTS.

Pois bem. Se você é um cotista desse fundo e tem, por hipótese, R$ 100.000,00, como faria para garantir seu direito de preferência?

Pagando com o FGTS que ainda resta na conta?

E se não for suficiente para o aporte integral?

Dúvida MESMO!

A caixa já sabe desse problema, mas ainda não encaminhou uma solução. Ao menos não na imprensa.

Talvez a caixa mude o estatuto do clube para aceitar dinheiro das contas correntes dos indivíduos, mas isso iria gerar algumas distorções, pois esse dinheiro ficaria atrelado ao FGTS. Como é que ele vai tirar de lá?

Entendo que, num país respeitador das leis e dos direitos individuais, se o Sr. Lucrécio Almeida, entusiasta da Petrobras e cotista do FMP-FGTS-Petrobras, não conseguir fazer valer o direito de preferência, poderia entrar na justiça e melar o negócio.

Pode? Mais uma dúvida…

É uma pena que uma capitalização tão importante para o país traga tantas dúvidas e incertezas.

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Uma resposta to “Capitalização Petrobras – O que fazer com os fundos do FGTS?”

RSS Feed for Blog do Portinho Comments RSS Feed

[…] Capitalização Petrobras – O que fazer com os fundos do FGTS? (19/08/2010) […]


Where's The Comment Form?

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: