Hugo Chávez, uma antologia…

Posted on 04/11/2009. Filed under: Humor, Política |

Hugo Chávez não me deixa mesmo trabalhar…
 
Sem grandes pesquisas na internet, relembro de alguns episódios cuja única justificativa racional seria uma incidência de sífilis neurológica no General.
 
Chávez resolveu mudar o fuso horário da Venezuela em 2008. A Venezuela está 4:30h atrás do fuso de Greenwich.
 
A justificativa não poderia ser mais brilhante: “Nossas criancinhas vão aproveitar mais a luz do sol”, “O metabolismo humano vai ser beneficiado” e coisas do gênero.
 
Naturalmente isso deve ter sido decidido num jogo de peteca no caribe venezuelano, entre Chávez e alguma autoridade científica da Venezuela, talvez um especialista em Che Guevara ou o autor do livro “Fidel, o Papa e a Democracia cubana”.
 
O ministro da ciência e tecnologia do Chávez, Hector Navarro, afirmou que “estudos científicos muito rigorosos determinaram que a atividade metabólica do ser humano está sincronizada com a luz do sol”.
 
Só não avisaram a ele que isso é sabido há 3.000 anos.
 
Talvez na Venezuela o teorema de Pitágoras seja tratado como grande descoberta científica bolivariana.
 
Só não entendo por quê 1/2 hora? Acho que ficaria mais anti-americano, mais bolivariano fazer um atraso de 32 minutos e 48 segundos.
 
Chávez diz que banhos de mais de 3 minutos são imperialistas!
 
Não foi bem isso…
 
Mas ele disse que toma banho em 3 minutos e fica cheirosinho.
 
A Venezuela tem escassez de bens de alta tecnologia, coisa que só os americanos e europeus sabem fazer: Papel Higiênico, Açucar, Arroz, Carne… coisas assim… ultra-sofisticadas.
 
Agora está com um problemaço de água. Pena que os Venezuelanos não possam tomar banho de gasolina. O litro custa o mesmo que um pão francês no Brasil.
 
Chávez manda os cientistas pararem com pesquisas “obscuras” e irem às favelas para se fazerem úteis!
 
Meses antes de fazer essa declaração, Chávez colocou um general como ministro da Ciência.
 
Tudo a ver, afinal ele precisa assinar um acordo com Irã para produção pacífica de energia nuclear.
 
Chávez parece mesmo pacífico. Aliás, fala com candura, parece até o Niemeyer daqui a uns 50 anos, quando completar seu terceiro bicentenário.
 
Pois é isso. Pesquisas bolivarianas já! Vamos estudar a revolução Russa e seus benefícios à agricultura ou o pensamento democrático de Stálin.
 
Hoje o caudilho diz:
 
Vá ao banheiro de lanterna!
 
Pois é. O cara que acordar no meio da noite para fazer um pipizinho (ou heavy duty) vai ter que ir de lanterna, pois não há energia nem para ir ao banheiro.
 
É claro que a culpa não é de Chávez! É dos ricos que têm ar-condicionado. É da classe média que toma muito banho. É dos shopping centers que têm luz na fachada.
 
O quêêêê????
 
Só porque a Venezuela é uma potência na área de energia, membro da Opep, ela não deveria ter apagão.
 
Só um imbecil neoliberal, conservador, republicano, obamista e vascaíno poderia dizer uma barbaridade dessas.
 
A culpa é da crasse duminanti.
 
Bom amigos, desculpem a intromissão para falar de subnitrato de pó de titica, mas esse cara, logo logo, vai trazer suas intervenções bolivarianas para o Mercosul.
 
Aliás, esse mesmo cara conta com centenas de milhares de milicianos civis, ao melhor estilo SS, para se proteger da invasão Ianque.
 
Se as coisas piorarem, não ficaria admirado se inventasse uma guerra com a Colômbia. No meio, as FARC, e a toda a produção de pó do planeta.
 
O que vai ter de gente aqui no RJ com crise de abstinência…
 
Aliás, inventar guerras e inimigos externos para apagar problemas internos é clássico. De Stálin a Bush, de Hitler a Sérgio Cabral.
 
Essa coisa de apagão é comum. A Califórnia, com o mesmo PIB do América do Sul e passa por isso todo ano. O Brasil teve problemas sérios em 2001.
 
A diferença é Chávez. Um irracional, iletrado, furibundo, fronteiriço e, pior, aspirante a comediante.
 
Vou mandar para o Chávez o telefone do Pedro Parente…
 
Quem sabe ainda dá tempo e os Venezuelanos possam voltar a tomar banho. Se não o cheiro vai ficar insuportável lá em Roraima…
Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: