US$ 200 bi de faz-de-Conta. O vacilo do BC.

Posted on 07/10/2008. Filed under: Finanças, Política |

Ai, ai…

Seria bom que nossas “otoridade” parassem de dizer que estamos blindados.

Essa técnica bolchevique-goebeliana-bushista de repetir uma mentira até torná-la verdade serve a situações onde a opinião é mais relevante do que o fato, mas não para economia.

Já houve forte queda na indústria em agosto e o Miguel Jorge (Miguel quem?) disse que a indústria está blindada. Quem convidou esses caras?

O BC fez swap de US$ 1,4 bi ontem e de US$ 1,35 hoje e o dólar subiu 7% ontem e hoje está subindo 2%.

Ou seja, o mercado avisou: peanuts!

É bem verdade que o mercado precisa de dólares à vista e não de contratos futuros com juros embutidos (altíssimos, por sinal, em comparação com as linhas no exterior).

US$ 200 bi para quê?

Mas, parodiando Lula, “o dado concreto é” que os US$ 200 bi servem a propósitos econômicos nas CNTP (condições normais de temperatura e pressão), em crises sistêmicas representam muito pouco.

Além de tudo, 75% desses 200 bi está em títulos do tesouro americano. No caso da China, 25% das reservas estavam em Freddie Mac e Fannie Mae…

Mr. Paulson, don’t do funny things…

Ah…, a concordância “75% dos US$ 200 bi está em títulos” está correta, pois 75% é menor do que 2, portanto usamos o singular.

Voltando…

Não há colchão de reservas que agüente. É preciso agir para evitar a crise.

O mundo inteiro vai ter que considerar uma redução nos juros. E para ontem.

O BCE e o BC Inglês já brincaram demais de inflaçãozinha pra cá, inflaçãozinha para lá. Agora é o seguinte: ou se recupera a credibilidade do sistema bancário, ou os países vão enfrentar “invernos” sul-americanos em suas economias.

Provavelmente teremos uma onda de redução de juros, conforme alertei ontem, no sentido de tentar reduzir o custo do dinheiro.

E no Pindorama? E em Vera Cruz?

Meirelles, don’t do funny things…

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Disclaimer

    Este blog é um ambiente privado para expor opiniões, estudos, reflexões e comentários sobre assuntos ligados a finanças, bolsa de valores, economia, política, música, humor e outros temas.

    Seus objetivos são educacionais ou recreativos, não configurando sob nenhuma hipótese recomendação de investimento.

    O investidor consciente deve tomar decisões com base em suas próprias crenças e premissas. Tudo que lê ou ouve pode ser levado em consideração, mas a decisão de investimento é sempre pessoal. Tanto na escolha de ações para carteira própria, quanto na escolha de gestores profissionais para terceirização da gestão.

    O Autor espera que os temas educacionais do blog possam ajudar no desenvolvimento e no entendimento das nuances do mercado de ações, mas reitera que a responsabilidade pela decisão de investimento é sempre do próprio investidor.

    Sejam bem vindos!

  • Paulo Portinho

    PAULO PORTINHO, engenheiro com mestrado em administração de empresas pela PUC-Rio, é autor do Manual Técnico sobre o Método INI de Investimento em Ações, do livro "O Mercado de Ações em 25 Episódios" e do livro "Quanto Custa Ficar Rico?", os dois últimos pela editora Campus Elsevier.

    Paulo atuou como professor na Pós-graduação de Gestão Social da Universidade Castelo Branco e na Pós-graduação oferecida pela ANBIMA de Capacitação para o Mercado Financeiro.

    Atuou como professor da área de finanças e marketing na Universidade Castelo Branco e no curso de formação de agentes autônomos do SINDICOR.

    Como executivo do Instituto Nacional de Investidores - INI (www.ini.org.br) entre 2003 e 2012, ministrou mais de 500 palestras e cursos sobre o mercado de ações, sendo responsável pelo desenvolvimento do curso sobre o Método INI de Investimento em Ações, conteúdo que havia chegado a mais de 15.000 investidores em todo o país, até o ano de 2012.

    Representou o INI nas reuniões conjuntas de conselho da Federação Mundial de Investidores (www.wfic.org) e da Euroshareholders (www.euroshareholders.org), organizações que congregam quase 1 milhão de investidores em 22 países.

    Atuou como articulista do Informativo do INI, do Blog do INI, da revista Razão de Investir, da revista Investmais, do Jornal Corporativo e do site acionista.com.br. Foi fonte regular para assuntos de educação financeira de veículos como Conta Corrente (Globo News), Infomoney, Programa Sem Censura, Folha de São Paulo, Jornal O Globo, entre outros.

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: